quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Perfume Review: Coffee Man, O Boticário



 

Coffee Man é o novo perfume masculino de O Boticário inspirado em uma das bebidas mais tradicionais, consagradas e adoradas do mundo, o café. A empresa que já havia buscado inspiração no mundo dos vinhos com  as sofisticadas fragrâncias Malbec e Barolo, agora lança o perfume que é obtido a partir do processo de infusão de grãos nobres de um café  diferenciado  baseado na espécie Coffea Arábica e cultivada no interior de São Paulo na cidade de Itapira. 


O lançamento exclusivo vem a agregar uma identidade ainda maior na perfumaria nacional em valorizar as matérias primas brasileiras considerando que o país é o maior produtor mundial de graõs de café. O aspecto singular de lançar um perfume brasileiro   baseado em grãos de café selecionados do país, valorizando uma bebida que tem a cara do Brasil e que, ao mesmo tempo, é consumida e valorizada internacionalmente é a melhor qualidade deste lançamento, assim como o fez Thierry Mugler com seu Angel Pure Coffee.









A fragrância é para homens marcantes, sensuais e elegantes e tem a versatilidade de uso para dia e noite por conta do balanço entre o frescor e calor do mix.  Coffee Man é um perfume inspirado em grãos de café no entanto não tem cheiro de café, sendo feito a partir de um equilíbrio nas nuances quentes e densas de café, cardamomo, absoluto de íris e âmbar.  A saída tem um frescor sofisticado que, imediatamente, evoca o tom especiado de cardamomo e noz moscada. Estas envolventes notas orientais são bem destacadas antes  do nobre corpo floral de fundo oriental e impõe uma atratividade ao perfume como adicionar exóticos temperos à bebida, a tornando mais saborosa. Mais tarde, o perfume começa a se aquecer com  ambaradas nuances cremosas que personalizam um fundo marcante e sensual evocando o calor da bebida e sua qualidade gourmet. 





A vantagem da fragrância também sob o ponto de vista mais comercial é seu lado trendy, contrastante e equilibrado com corpo inicial fresco que é aquecido por especiarias de relevante aceitação pelo público masculino como noz moscada, cardamomo e pimenta  e que se intensifica com  a sensualidade quente de notas Bourbon tostadas, de âmbar e de ricas madeiras que trazem à memória o momento que cedemos ao calor e ao sabor de uma deliciosa bebida baseada em café e este lado envolvente de grãos finos de uma cafeteria luxuosa . Somado a isso, usar infusão de grãos de café para sugerir a bebida e enriquecer a fragrância com a valiosa combinação desta matéria prima com outras notas é uma idéia atraente para quem não quer cheirar um perfume de café, logo O Boticário "democratiza" o cheiro para aqueles que potencialmente poderiam assustar-se com um perfume inspirado neste ingrediente.



Por outro lado,  o cheiro de café mais sugestivo gera um desapontamento para aqueles que esperam um perfume mais "Starbuck-be" e mais gustativo. Em alguns momentos, Coffee Man dá a impressão de que falta um pouco mais de café para tornar o lançamento ainda mais verossímil. Apesar disso, ainda é uma nova e interessante opção na perfumaria local, louvável pela iniciativa de negócios de O Boticário.


Avaliação





Versão avaliada: Deo Colônia
Fixação: 10 horas
Sillage: médio
Drydown: oriental amadeirado

Perfumista: Veronica Casanova

Notas: Bergamota, Cardamomo, Gengibre, Folha de Bambu, Folhas de Pimenta, Pomelo, Fougère Spicy, Noz Moscada, Schinus Molle CO2, Folhas de Tabaco, Davana Oil Lmr, Gerânio, Violeta, Íris, Generessence Café, Patchuli, Âmbar, Couro, Sândalo, Cedro, Toasted Living Bourbon.



(English Version)


Coffee Man is the new men's fragrance of O Boticário inspired by one of the most traditional, renowned and beloved beverages in the world, the coffee. The company had already searched for inspiration in the wine world through the sophisticated fragrances Malbec and Barolo, now they release the perfume which is obtained from the process of infusion of noble and distinctive coffee  beans based on a special class Coffea Arábica and cultivated in the countryside of São Paulo in the city of Itapira. 


The exclusive release comes to add value in the identity of the Brazilian perfumery in valorizing the local national raw materials considering that the country is the biggest world producer in coffee beans. The singular aspect of featuring a Brazilian perfume based in coffee note, praising the beverage that has the face of Brazil and which, at the same time, is consumed and valued internationally is the best quality of this release, as well as Thierry Mugler made releasing Angel Pure Coffee.

The fragrance is suitable for remarkable, sensual and elegant men and has the versatility of being worn in the day and in the night due to its balance between freshness and warmth.  Coffee Man is indeed a perfume inspired by coffee beans however it hasn't smelt coffee; it was composed from a balance between warm and dense notes of coffee, cardamom, iris absolute and amber. The opening has the sophisticated freshness which, immediately, evokes the spicy tones of cardamom and nutmeg. These enveloping oriental notes  are well highlighted before the noble floral core of oriental bottom and imposes  an attractiveness in the perfume as adding exotic flavor in the beverage, becoming it tastier. Later the perfume starts to warm up with creamy ambery nuances which personalize the remarkable and sensual base evoking the  warmth of the coffee and its gourmet quality. 


The pro of the fragrance, mainly under the commercial point of view is its trendy, contrasting and balanced mix with an initial fresh opening which is warmed up by spices of relevant acceptance by the male audience such as nutmeg, cardamom and pepper and which is intensified by the allurement effect of toasted Bourbon, amber and woods notes that bring to the memory the moment we devote ourselves to the hot flavor of the delightful beverage associated to coffee and this enveloping sensation of tasting its fine beans in a luxury Cafe. Besides, using coffee beans infusion to suggest this beverage and enrich the fragrance with a valuable combination of this raw material with others notes is an attractive idea for those who don't want smell like a self-confessed coffee perfume addict, therefore O Boticário "democratizes" the scent for those who potentially would be terrified by a coffee based fragrance.




On the other hand, the coffee scent more suggestive may generate a disappointment in those who expect(ed) a more "Starbuck-be" and gustative fragrance. In some moments,  Coffee Man gives the impression that there is a lack of a little more coffee. Despite that, the fragrance is still a new interesting option, praiseworthy by the O Boticário business initiative.


Rating



Evaluated version: Deo Cologne
Long-lasting power: 10 hours
Sillage: medium
Drydown: oriental woody

Perfumer: Veronica Casanova

Notes: Bergamot, Cardamom, Ginger, Bamboo Leaves, Pepper Leaves, Grapefruit, Spicy Fougère, Nutmeg, Schinus Molle CO2, Tobacco  leaves,  Davana Oil Lmr, Geranium, Violet, Iris, Generessence Coffee, Patchouli, Amber, Leather, Sandalwood, Cedar, Toasted Living Bourbon.


Photo credits: O Boticário e Real Naturals.
Perfume Review by Copyright Cristiane Gonçalves for Perfume da Rosa Negra.











2 comentários:

Sandra Rossi disse...

Olá querida!

Passando para te desejar um belo domingo!
BJuS e fique com Deus!

Cristiane Gonçalves aka Cris Rosa Negra disse...

Oi Sandra,
Obrigada, flor. Belo domingo para ti também. bjs e fique na paz!