terça-feira, 9 de outubro de 2007

L de Lolita Lempicka, Lolita Lempicka

Início de semana, novas reviews no blog Perfume da Rosa Negra e espero contar com sua doce presença aqui. Desta vez, optei por fazer algo bem diferente, especial e também doce como sua visita: uma seleção de perfumes que afirmam o meu amor pela baunilha, o meu e de milhares de adeptos sejam da vanilla aplicada à culinária como aromatizante de bolos, biscoitos e tantas guloseimas, como também da nota que é matéria prima fragrante do corpo e base de tantos perfumes.
Baunilha é praticamente um must nas composições da perfumaria atual, no entanto a seleção especial "eu amo baunilha" focará em algumas fragrâncias que levam a baunilha como um elemento estético. Neles, a baunilha é a própria estética em si. É ela que dá a percepção do belo, do efeito contemplativo deste elemento olfativo e constituinte da arte da perfumaria, da sensação prazerosa e confortável.




Para o début da seleção, escolhi L de Lolita Lempicka, criado pelo competente Maurice Roucel, um dos perfumistas mais respeitados dentro do seleto grupo de noses famosos e pelo qual eu nutro uma admiração considerável, não pelos perfumes que ele criou, mas por ser um autodidata da perfumaria, determinado, apaixonado e predestinado à um destino bem sucedido que não lhe exigiu exibir um diploma em perfumaria. Sua capacidade de autoaprendizado é evidente e permeia toda sua carreira. Entre suas criações estão os famosos Tocade , de Rochas e Musc Ravageur, o best seller de Editions de Parfums Frederic Malle.
Lançado em 2006, L de Lolita teve o mesmo destino predestinado de seu criador. Predestinado ao sucesso. É uma fragrância bastante feminina, que só poderia ter sido feita pelo perfumista que é apaixonado pelas mulheres, como diz o próprio Maurice Roucel. Atualmente é uma das fragrâncias mais populares entre os apaixonados por baunilha e, além da vanilla, é acompanhada também pelas notas de laranja amarga, bergamota, canela, musk e a inédita flor imortal Globe amaranthus



As concepções do frasco e do perfume exaltam a figura mítica, também imortal, de uma sereia. Este conceito de L de Lolita engana facilmente qualquer um, porque a primeira sensação que se pode imaginar de um perfume destes é uma combinação cítrica, refrescante e leve. Mero engano. Em L , a bergamota e a laranja amarga lhe conferem uma discreta citricidade 'quente', influenciada pela nota de canela que adiciona à fragrância um perfil mais atraente, exótico e provocante, o mesmo perfil de sensualidade de uma sereia. A nota especiada da canela juntamente com a laranja amarga deflagra uma emoção como o canto de uma sereia. É um tipo de encantamento pelo perfume, como ouvir a doçura dos sons destes seres mitológicos tão sedutores, adentrar-me neste outro mundo, tornar-me a própria sereia envolta pelas flores imortais e um creme de baunilha não invasivo. Algo surreal, impalpável como todo mito. A segunda imagem detonada é o desejo incontrolável de querer afogar-me neste mar azul, abaunilhado. Beber deste líquido, que afeta os sentidos do paladar como todo gourmand.
Na base do perfume, a baunilha amadeirada com nuances de canela co-habitam e podem ser comparadas com a memória olfativa de uma maresia, que é o momento de contemplação e do saborear o momento. Em L, este momento é doce e confortável, tem a beleza de uma baunilha única e diferenciada, assumindo a beleza de uma sereia que se reergue do mar. Um perfume para sereias que desejam mergulhar em um mar de vanilla e simplesmente amar.








Quer um tesouro como aqueles que estão no fundo do mar?
Mergulhe aqui e compare preços de L by Lolita Lempicka.




Imagens: Lolita Lempicka Site
Arte Sereias no madaboutmermaids.com, de Patricia Campbell

5 comentários:

aleta disse...

Oilinda, adorei a homenagem aos fãs do L. Eu, pessoalmente, tenho vontade de entrar dentro do frasco quando sinto a fragrância desse perfume. Realmente é uma perfeição! E a fixação na pele....hummm, sem comentários.
Parabéns pelo blog, belíssimo! Estou sempre me atualizando nele.
Grande abraço e sucesso!

Sylvia Scarlett disse...

Olá Rosa Negra, sou uma entusiasta de perfume de Portugal, descobri o seu blog quando estava fazendo uma pesquisa sobre Serge Lutens... Que bom descobrir alguém que escreve tão bem sobre perfume na nossa língua! Vou passar a visitá-la todos os dias...

Os meus perfumes favoritos, sem qualquer ordem de preferência, são: Orris Noir de Ormonde Jayne, Bois Farine de L'Artisan Parfumeur, Narcisse Noir de Caron, Miel de Bois de Serge Lutens...

Rosa Negra disse...

Oi Aleta, Hmmm... adoro também o L. Embora meu gosto por doces diminui muito à medida que conheci novas possibilidades de aromas, esta baunilha é bem diferente e também me conquistou. Beijo,Cris

Rosa Negra disse...

Sylvia,
Uma visitante de portugal! Excelente ter o prazer da tua visita e seu bel prazer com os perfumes. Olhei seu blog e também achei interessante. Sou fissurada em MAC makeup. Hmm, acho que nos daremos bem!
Felicidades,Cris

Italo disse...

é justamente o extrato de L que possuo, baunilha salgada e insana que me deixa com insensato ao sentir, adoroas a saidas carregadas e muito doces!