segunda-feira, 3 de novembro de 2008

The fragrant Nard, the love and devotion aroma/ O perfumado Nardo, o aroma do amor e da devoção


Hoje senti um cheiro de mirra, resinosa, imperial. A mirra de reis, a mirra dos anos do maior dos Reis, Jesus. Era a mirra doce, a mirra que chamamos de Opoponax, sedosa, afetuosa como um bálsamo com o mais sagrado dos óleos perfumados. Aquele que unge a testa para benção. Hoje eu usei Imperial Opoponax de Les Neréides, uma fragrância quente, balsâmica com majestosas notas de opoponax, âmbar, baunilha, sândalo, benjoim e citrus. Uma fragrância de outro século e tão presente.

Mas hoje ela não estará presente no post, porque o que lhes contarei não é uma resenha de perfume, é uma resenha de um episódio da minha vida, ou melhor, um aprendizado e um testamento. Imperial Opoponax é só uma introdução para minha benção dominical, não só olfativa, mas espiritual. Quando borrifei a fragrância, lembrei da mirra e de sua presença na bíblia. Meu estado de espírito estava tão entregue às minhas convicções de fé, que eu senti-me mais próxima a Deus. Talvez senti isso porque no fundo do meu coração e de um destino, de uma direção esta mirra me levaria a outro caminho: um palavra de esperança.

Perfumes criam conexões olfativas, mentais, espirituais e tantas outras no momento que menos imagino e, ao entrar na igreja envolvida por esta aura de mirra, ouvi um dos mais belos trechos bíblicos sobre um perfume, o de Nardo e o seu derramar sobre a cabeça de Jesus. Em Mateus 26: 6-12, Maria, irmã de Lázaro,mulher fiel e crente em Jesus aproxima-se do Senhor com um vaso de Alabastro contendo um perfume especial, muito perfumado e tão caro que custava um ano de trabalho de um soldado romano. Esta atitude causara tanta indignação porque naquele momento os discípulos diziam que derramar um perfume tão caro era um grande desperdício; estavam tão preocupados com o valor monetário daquele perfume, mas o perfume, de rara beleza, digno da mais genuína e amorosa das atitudes era o melhor perfume para Jesus, somente o melhor perfume para ele, só para o Filho de Deus.





A beleza aqui não consiste somente em imaginar a beleza das notas olfativas deste perfume, qual o aroma e a evolução do Nardo, uma das flores mais aromatizantes da Antiguidade e um perfume que era usado em ocasiões raras e requintadas e por poucas pessoas, mas a beleza está exatamente na atitude de Maria dentro de um contexto de fé usando o perfume, um objeto tão amado por nós, com Maria ele era um objeto de doação ao Rei dos Reis. Tanto amor, tanta fidelidade que Maria não se preocupou com o materialismo que aquele perfume representava mas simplesmente em servir Jesus com o melhor dos perfumes, tão diferenciado que Jesus disse "Quando ela derramou este perfume sobre o meu corpo, ela o fez a fim de me preparar para o sepultamento"

Naquele momento eu projetei-me como Maria. Derramaria, com todo o meu amor e fé, o perfume mais belo, mais perfumado, mais puro na cabeça de Jesus. Um perfume que o preparou para o sepultamento? Que doce entrega, que profunda honra teve Maria. Honrar o Messias com o perfume de Nardo porque o amor verdadeiro em que acreditamos não tem preço, se necessário for quebrar vasos e vasos de Alabastro, quão perfeito seria nosso relacionamento de fé. O perfume materializou a entrega de todas as esperanças, de todos os projetos, de todos os sonhos de uma mulher. Todo o perfume dela ela derramou, simplesmente o fez, sem reservas, totalmente desapegada a qualquer valor material porque o maior dos valores era o espiritual, era sua fé.

Tal ação fez-me chorar porque houve uma revelação do Espírito Santo, senti-me tocada por pura beleza e por puro amor. Deus estava ali. Eu senti o perfume do Nardo sem ao menos nunca tê-lo sentido e me regozijei entre lágrimas porque Jesus também estava ali. Revelou-se que a vida é mais perfumada do que penso, trouxe-me esperanças. E, talvez a sua vida pareça fétida ou talvez você não sinta cheiro algum, não sente mais a beleza perfumada, a beleza da fé, do amor, da entrega verdadeira, no entanto quebre o vaso de Alabastro com o melhor perfume que se pode derramar na cabeça de Jesus, o SEU perfume ...Quebre o vaso de Alabastro e sinta o aroma maravilhoso que está dentro de ti, porque você e sua vida têm valor.


(English version)

Today I smelt a scent of myrhh, resinous, imperial. The myrhh of Kings, the Ancient Ages myrhh of the greatest King, Jesus. The myrhh was sweet, the myrhh called as Opoponax, soft, caring as a balsam done by the most sacred of the perfumed oils. That which consecrates us for a holy blessing.Today I wore Opoponax of Les Neréides, a warm fragrance, balsamic with majestic notes of opoponax, amber, vanilla, sandalwood, benzoim and citrus. A fragrance of other age and so present.

But today the fragrance is not to be present in this post because what I am going to tell you is not about a perfume review, but a review of a happening in my life, or better, a learning, a testimonial. Imperial Opoponax is only an introduction for a Sunday blessing, not only olfactory but also spiritual.
When I sprayed the fragrance, I reminded of myrhh and its presence in the Bible. My spiritual state was so devoted to my faith convictions that I felt myself closer to God. Perhaps I felt it because, in the bottom of my heart and in my destiny, my direction this myrhh would take me to another way: a hope word.

Perfumes create olfactory, mental, spiritual and others connections in some unexpected moments and, when I came in the church involved by this myrhh fragrant aura, I heard one of the most beautiful passages about a perfume, the Perfume of Nard and when it was poured on Jesus's head. In Matthew 26 : 6-12, Mary, the sister of Lazarus, loyal and devoted woman for Jesus Christ came into him with an Alabaster jar cointaing a very special and expensive ointment-perfume
, so costly that it costed about one year of a Roman soldier's work. Her attitude caused people's indignity at that moment, people could not believe that she shed all the perfume on Lord's head; many of discuples said that that action was a wasting of money, they were only concerned about the monetary ammount , the financial worth of that perfume, but the Perfume of Nard had a rare beauty, respectable and worthy for the most genuine and amorous attitude, the ointment-perfume which was the best fragrance for Jesus and only the best perfume is given for the God's son.

The beauty here does not consist only in imagining the beauty of Nard's perfume olfactory notes, how is its smell and scent development, how is one of the most aromatic flowers in the Ancient history, used in rare and refined occasions and by few people, but the beauty is exactly Mary's attitude in a context of faith using the perfume, an object so loved by us was used as a gift for the King of the Kings. There was so much love, so much fidelity in Mary's heart and soul that she did not worry about the materialism related to Perfume of Nard but, simply, she wanted serve and thank you Jesus with the best perfume that existed, so distinguishable aroma that Jesus said: "When she poured this perfume on my body, she did it to prepare me for burial"


In that amazing moment, I threw myself on that situation, as I were Mary. I would shed all of a precious perfume, with all my love and faith, the most beautiful perfume, the most fragrant, the purest oil on Jesus's . A perfume that prepared him for his burial? What sweet gift, what deep honour Mary had. Honouring the Messiah with the Perfume of Nard because the true love in which someone believes, this love has no price. No matter how many times, If we would break jars and jars of Alabaster, how perfect would be our faith relationship. The perfume materialized the donation of all the hopes, all the personal projects, all the dreams of a woman. She shed on him all her perfume, simply she did it freely, totally detached of any material value because the biggest of her values was a spiritual one, it was her faith.

This action made me cry as a Holy Spirit revelation.
I felt myself touched by a pure beauty and a pure love. God was there. I felt the smell of Nard's perfume even if I have never smelt this fragrance, I smelt it and I had a great join while crying because Jesus was there. He disclosed that the life is more fragrant than what I think about . And maybe your life seems fetid or maybe you cannot feel any scent because you lost the faith in yourself, you do not feel the fragrant beauty, the beauty of the faith, the beauty of the love, the beauty of the true gift, the beauty of the victories, but break the Alabaster jar with the best perfume that you can pour on Jesus, YOUR perfume... Break the Alabaster jar and smell the wonderful aroma that is inside you, because you and your life are precious.

Dedico este post para Daniela Zeidan, pela palavra de fé. Deus abençoe você agora e sempre com uma vida e aura perfumadas , mais do que já tens/ I dedicate this post to Daniela Zeidan, for the Faith Word. God bless you now and ever and have always a fragrant life and aura

Photo: Truthbook.com
and Google Images

2 comentários:

Italo Wolff disse...

Isso me faz lembrar um trecho de um coro evangelico que diz:... é como o oleo precioso que desce sobre a barba de Arão...
A religião é muito ligada a metaforas e analogias desse modo vemos qual o poder real dos aromas para servirem de meio de ligação entre o Humano e o Divino, Criatura e Criador, são inumeras as ligaçoes entre o homem e Deus onde há comparaçoes com perfumes e essencias! Essa citada acima toca mais fundo pois, mostranos qual vão é o valor material das coisas e o que realmente importa é nossa devoção e amor, a intenção é bem mais valiosa do que qualquer bem por mais valioso que ele possa ser!

maisqueperfume disse...

Querida Cris, só queria saber oq você iria sentir se entrasse comigo na igreja em Jerusalém....
Eu que não sou Católica saí de lá de dentro, envolvida pela aura dos incenso e hipnotizada pela leitura das orações em latim.
Quem sabe iremos para lá juntas?
Os cheiros, odores e fragrâncias do Oriente Médio são divinas mesmo. Divina = de D'us.
beijo Simone