segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Sentindo um perfume espiritual/ Feeling a spiritual perfume

Queridos leitores, vocês acreditam que desde que voltei, estou com um resfriado muito mau? Daqueles terríveis. Sim, juro e ele está me devastando. Às vezes é um resfriado, às vezes uma gripe. Eles decidiram se intercalar para me fazer feliz (risos). Pelo amor de Deus, essa é a verdade! Como eles são maus, gripe, resfriado ou o que seja.
Desta experiência fria e, depois de dias de alegria em praias e outros lugares paradisíacos, conclui que eu não sou ninguém sem o meu bom e velho olfato. Agora percebi o quão o olfato significa o meu próprio prazer de viver. Não há sentido algum em ter um blog de perfumes e muitos, muitos perfumes para experimentar quando se tem um resfriado de longo prazo(risos). Não sei se dou risadas ou derramo lágrimas, talvez eu deveria cheirar um Cartier (risos).
Após tantos dias longe de casa, há novos perfumes para experimentar, novas amostras de fragrâncias para cheirar e eu repouso na minha cama. Não posso viver sem meu xarope para tosses, meu antiflamatório, meus cobertores...Ser aquecida por tantos cobertores, lutando contra este estraga prazeres chamado "resfriado fétido". Escrevam-me se tiverem um melhor adjetivo para o meu "querido resfriadinho" (risos).
Neste momento, a pior dor que ter uma dor de garganta ou tossir como uma garça é ver todas as amostras e decants de perfumes entregues pelo correio(e em segurança). Conclusão: Não posso cheirar nem o tão esperado e "difícil de encontrar" Tabac Blond de Caron. E vocês acreditam que nesta semana eu (em um momento de pânico ou talvez uma crise de tosse) decidi comprar algumas amostras de perfumes ? (risos). Espero que eu esteja em uma saúde perfeita quando elas chegarem a mim. Já posso sentir daqui , na minha imaginação, o cheiro de Coromandel de Chanel, Serge Noire de Serge Lutens, Musc Nomade Les Orientalistes de Annick Goutal ... (e como elas cheiram bem). Não, não estou louca , ainda não tomei uma overdose de xarope (risos).
Sem contar que não vejo a hora de experimentar o mega lançamento da Amouage, Lyric ( e aproveito para desejar sucesso para o time da Amouage). Imaginar aquelas rosas vermelhas da propaganda de Lyric aliviam qualquer mal estar. Aedes de Venustas também lançou seu segundo perfume, Andy Tauer está lançando Vétiver Dance, Yosh Han e seu Ginger Ciao, Acqua di Biella e seu Cashmere Twill e tantos, tantos outros. Confessem que concordam que eu não sou uma garça e sim uma graça de heroína. Sim, eu sou.
Contra o resfriado, decidi escrever algumas linhas hoje (é claro, nenhuma resenha sobre perfumes como eu gostaria), mas algo para trazer boas vibrações.Esperava escrever sobre "o valor do olfato" ou "como perder a cabeça tendo perfumes e um resfriado mau, muito mau"), mas mudei de idéia. Serei mais profunda e visualizarei um perfume espiritual, como uma oração ou apenas mais uma experiência que tem um "aroma" especial.
Tenho certeza que Deus ouvirá minhas preces. Apesar das piadinhas, o post é cheiroso, bastante verdadeiro e baseado na minha experiência., fotos e inspiração. Orem comigo e sintam este perfume.




Dear readers, Can you believe that since I arrived home, I have a bad cold ? A terrible one. Yes, I swear and this cold is devasting me. Sometimes it is a cold, sometimes it is a flu. They decided to alternate to make me happy. For God´s sake, that is the true! How they are bad, flu, cold or whatever.
From this cold experience after many days of enjoyment in beaches and others paradisiac places I have concluded that I am anyone without my good and old olfaction. Now I´ve realized how my olfaction means my own pleasure of living. There is no sense to have a perfume blog and many and many perfumes to sample when you have a long-term cold (LOL) and I do not know if I laugh or I cry, maybe I should smell a Cartier (LOL)
After so many days far from home, there are new perfumes to sample, new samples to smell and I rest in my bed. I cannot live without my cough syrup, my
anti-inflamatory medicine, my blankets... Being warmed by many blankets, I fight against the wet blanket called "fetid cold". Write me if you have a better adjective to my "dear little cold" (LOL).
At this moment, the worst pain than having a sore throat and coughing as a heron is to see all my perfume samples and decants delivered by courier (and safe). Conclusion: I cannot smell my beloved hard to find Tabac Blond from Caron. And can you believe that this week (in a panic moment or a cough crisis) I decided to buy some perfume samples ? (LOL). I hope I am in a perfect health when they reach me ( I can smell their perfume from here, in my imagination, Coromandel of Chanel, Serge Noire of Serge Lutens, Musc Nomade Les Orientalistes of Annick Goutal... how they smell good). No, I am not crazy, not gotten an overdose of Syrup yet (LOL).
Additionally, I cannot wait to sample mega release of Lyric by Amouage ( and i get this opportunity to wish the best for Amouage team)
.Imagine those red roses of its advertisement...they can make me feel better. Moreover, Aedes de Venustas is releasing their second perfume, Andy Tauer is coming with Vetiver Dance, Yosh Han and her Ginger Ciao, Acqua di Biella and their Cashmere Twill and so many perfumes. Confess that you agree that I am not a heron, I am hero. Yes, I am.
Against the cold, I´ve decided to write today (of course, no perfume review), but something to bring me good vibrations.
I was expected to write about "the value of the olfaction" or "how to lose your mind having perfumes and a bad cold", but I changed my mind. I am going to be more deeper and picture a spiritual perfume, like a prayer or one more experience with a special aroma.
I am sure that God will listen to my prayers. Despite my jokes, this post is a fragrant one, very true based on my experience, photos and inspiration. Pray with me and feel this perfume.



"Naquele dia, a captura de uma imagem foi o "Olá, filha!" de Deus. Mágico!...

"That day, I captured an image. It was a God picture like "Hello, dear daughter!".It was magical!...


... era Deus, a natureza e eu... na solidão dos silêncios é que vi as pegadas do Pai na areia...
... there were God, the nature and I ... in the solitude of silences I saw the Father´s footsteps in the sand...




... deitei-me lá, olhei para os céus e disse: "Senhor, leva-me em teus braços para que não fiquem minhas pegadas na areia, aquelas de dias difíceis! Sacia-me com água viva! Foi então que o vento beijou meu rosto como beijou as folhas do coqueiro. Era Deus, beijando sua filha amada...
...I laid down there, I looked at the sky and said: "Lord, carry me in your arms so there will not be my footsteps in the sand, those footsteps of hard days! Satisfy me with the holy water! Then, the wind kissed my face as it kissed the leaves of coconut trees. It was God, kissing your beloved daughter...




... e os contornos das águas espelhavam o toque do Senhor... então Deus me disse: "Contorne as situações, pois a tua busca pela felicidade não tem limites assim como não há limites no mar". Eu sorri e respondi: "Sim, Pai. Não há limites para os que são tocados por ti, amoroso Pai"...
... and shapes of water mirrored the touch of the Lord... then God said to me: "Overcome some situations, because the search for your happiness has no limits as well as there is no sea limits". I smiled and aswered him: "Yes, Father. There is no limits for whom are touched by you, beloved Father"...





... O Senhor me consolou e vi mais belas flores, muitas delas que surgiam e lutavam contra os espinhos que queriam espetar o meu coração..
... The Lord spoke to my heart and I saw the most beautiful flowers, many of them were in bloom and fought for me against thorns which wanted to hurt my heart...



... e a esperança sempre surgia e ressurgia... com um novo pôr do sol...
... and hope was raised and again raised... like a new sunset...




...mesmo entre postes de eletricidade que me lembravam o stress de uma cidade, ainda havia esperança de dias melhores...
... even among lampposts which made me reminder the city stress, there was still some hope, for better days...







.. e no entardecer daquele dia, as pegadas do Pai haviam sido levadas junto com as águas do mar, mas Ele ainda continuaria lá. Deus, a natureza e eu. Obrigada, Senhor! Senti teu beijo, teu toque, tua voz e, o melhor, eu senti o teu perfume" (Cris Rosa Negra)
... and in the twilight of that day, Father´s footsteps had gone away with the sea water, but He was still there. God, the nature and I. Thank you, Lord! I felt your kiss, your touch, your voice and, the best, I felt your perfume".
(Cris Rosa Negra)


Nenhum comentário: