quarta-feira, 24 de setembro de 2008

O aroma das novas experiências e ciclos / The smell of new experiences and cycles

Smelling flowers...always smelling the beauty

Depois de descansar em alguns lugares lindos, minha viagem acabou. Bem, quando estava escrevendo este post, ela chegava quase ao fim. Estava no aeroporto, sentada em uma cadeira numa área de acesso Wi Fi e enquanto esperava o vôo, decidi colocar coração, pensamento e alma aqui no blog em um texto mais intimista. São palavras que expressam o fechamento de alguns ciclos e abertura de uma nova fase perfumada na minha vida, mas a intenção aqui não é detalhar a experiência, mas relacioná-la a aromas e aromas podem ser muito mais do que perfumes em um frasco. Aromas e perfume estão na experiência, em toda a vida. Lembrarei-me desta louca jornada como uma chave que abre um novo mundo, o qual espero ser perfumado em todos os sentidos, no fundo do meu coração.

After spending some rest on beautiful places, my road is over. Well, when I wrote these lines, it was almost over. I was in the airport sitting on a chair in a Wif Fi Zone and while I was waiting for the flight to home, I decided to put my heart, mind and soul here on the blog writing an intimate text. Here there are words to close some cycles and open a new fragrant phase of my life; however my intention is not to give details, but connect scents to this this experience and scents may be more than just perfumes in a bottle. Scents and perfumes are in each experience, in the entire life. I am going to remember of all this crazy journey as a key plus a door to a new world, which hopefully I expect to be fragrant in all senses, at the botton of my heart.




Smelling flowers...always smelling the peace


Primeiramente, não foi exatamente uma viagem de férias e/ou algum tipo de descanso previamente planejado. Foi uma caminhada, com certo tempo, para a vida dar algumas respostas sobre qual o caminho a andar, ou seja, qual o melhor perfume para mim, aquele que combina comigo e faz sentir-me melhor a partir de agora e com o novo tempo; quais os melhores perfumes, aqueles que quero sentir nas pessoas ao meu redor; aqueles bons perfumes para minha carreira, minha família e toda a minha vida. Dei a mim mesma a oportunidade de relaxar e permitir que, no caminho, aparecesse as respostas, alguns novos cheiros, novas percepções sobre notas, um novo mix para minha vida. Eu acho que fui bem sucedida nesta jornada. Não tenho todas as respostas mas estou consciente que foi um ótimo aprendizado sobre mim mesma, minhas expectativas e melhores escolhas.

Firstly, it was not about exactly a vacation or a rest trip, it was about to take some time to let the life explain to me the way I have to walk on, I mean, what is the best perfume that fit and be better wearable by me from now to new days and mainly, which are the best perfumes that I want to feel on people closer to me, smelling my career, my family and my entire life. I gave myself the opportunity to relax and let my road give some answers, some new smells, new insights about notes, a new blend for my life. I think I was successful on this journey. I do not have all answers but I am aware that it was a great learning about myself , my expectations and better choices.



Smelling flowers... always smelling the wisdow


Não tive uma estratégia ou planos para seguir neste caminho, somente deixei a vida mostrar as situações que o meu coração poderia suportar e mais do que isso, deixei-me ser guiada por esta aura de viver todos os odores: odores de novas pessoas, novas imagens, novos momentos, novas experiências e tenho que confessar-lhes: Há bons cheiros e maus cheiros em toda esta jornada; isso é o mais importante. Cheiros que despertaram em mim tantos sentimentos. Sorri e chorei, relaxei e fiquei confusa, vivi, morri e renasci e tudo isso foi tão maravilhoso. Agora sinto que sou uma pessoa melhor e posso reconhecer se alguns aromas ficam bons ou não em mim, em novos contextos e relações.

I had no strategy or plans to follow this road, I just let the life show me the way and the situations which my heart would support and more than it, I let myself be guided by this aura of live all the odours : odours of new people, new images, new moments, new experiences and I have to confess you: There are good and bad smells in all this journey; that is the most important. Smells which raised on me so many feelings. I smiled and I cried, I relaxed and I got confused, I lived , I died and I rebirthed and how stunning was all of it. Now I feel I am a better person and can recognise smells that are good or not to me, in new contexts and relationships.


Smelling the green nature, the blue sky and sea... always smelling the freedom


A vida pode nos trazer mudanças repentinas... exato, tenho percebido que ocorre mudanças. Quando vimos, outra mudança surge e fico a pensar porque tantas mudanças rápidas ocorrem quando tudo parece tão certo. Concluí que a vida pode ser tão volátil e imprevisível como um perfume. Vida pode hipnotizar-nos com um doce aroma nas notas de cabeça e quando começamos a gostar do perfume, notas de coração repulsivas misturadas a uma base fétida alcançam o nariz e a vida torna-se tediosa e sem nenhum sentido verdadeiro. Isso também aconteceu comigo em alguns momentos, os quais chamo de "microcosmos". Aqueles momentos perfumados que se tornam fedorentos quando comecei a achar que os aromas poderiam ser mais agradáveis. Situações como esta são a própria vida, não?

Life may bring to us sudden changes... yeah, I have realized it has happened in so many lives. When we are not expecting, there is other change and I was considering why so many fast changes when everything seemed to be so certain. I have concluded that life is so volatile and unpredictable as a perfume development. Life may hypnotize us with a sweet smell in the heady notes and then when we start to like the perfume, suddenly disgusting heart notes mixed to a smelly base note come to the nose and the life becomes boring and with no true sense. I think it was happened to me in "microcosm" moments. I enjoyed fragrant moments which became smelly when I thought that smells would be nicer. Situations like that are the own life, aren´t they?


Smelling the black night, the shinning moon...smelling the romance


No entanto, acredito que há tempo que precisamos estar prontos para o pior e o melhor, não importa quais serão os nossos sentimentos e se seus cheiros serão bons ou não. O aprendizado principal que tive desta experiência é que, na maioria do tempo, precisamos proporcionar-nos este momento e perguntar-nos: "Qual é o perfume que eu quero para a minha vida?", "Qual é o perfume que eu quero para minha vida amorosa?" "Qual é o perfume que eu quero para a minha carreira?" Qual é o perfume que eu quero para minhas artes e talentos?" "Qual o perfume que eu quero para minha(s) crença(s) ou espiritualidade?" "Quais são os perfumes que eu quero deixar viver e deixar morrer?"


However, I believe that there is time that we need to be ready to the worse and better, no matter what are feelings we are going to have and if their smells will be good or not. The main learning I got from this experience is that , most of time, we need to give us that precious moment and ask ourselves: " What is the perfume that I want to my life?", "What is the perfume that I want to my love life?" "What is the perfume that I want to my career?" "What is the perfume that I want to my own arts and talents?" "What is the perfume that I want to my belief(s) or spirituality?" and always, "What are the perfumes that have to live and those that have to die in my life"?.


Smelling myself...


Esta última pergunta está relacionada ao livro que foi meu companheiro de jornada "Mulheres que correm com os lobos", de Clarissa Pinkola Estés. Um livro bem perfumado quando penso que seus ensinamentos podem causar alguns estímulos e, então, despertar sentidos e, consequentemente, algumas sensações, ações e um rastro de diferentes aromas em cada vida. Maravilhosamente, este livro é um tesouro para cada mulher (e homem, por que não?) que precisa acordar e ser acordado(a), acordado, sempre para uma vida real, mais verdadeira. Sim! Sabe aqueles momentos nos quais você tem que estar preparado(a) para um novo perfume na sua vida? Você olha a sua bolsa de perfumes, ou seja, tudo que você tem construído na sua carreira e vida pessoal e pára por instantes para refletir: "O que eu realmente desejo?" "Qual o aroma que eu desejo para minha vida?"



For a better and better fragrant life, I am back, always sniffing and writing!


Photos: Personal collection - Travel, Sep 2008 , all rights reserved/ Fotos: Acervo pessoal, Viagem - Sept, 2008. Todos os direitos reservados.

10 comentários:

Divina disse...

I loved this post and most of all the beautiful last picture with the smile that is so happy that it makes me happy just looking at it. Thank you for sharing, dear.

Cris Rosa Negra disse...

Hi dear Divina,

Thank you so much for your visit. I am happy that you were touched by my post. If you are happy, I am happy too. I love your fragrant words.

Cris

maisqueperfume disse...

Querida Cris, puxa quanta coisa te aconteceu!
vamos nos falar?
você guardou meu número de celular?
beijos e wellcome back,
Simone.

P.S.: foi difícil voltar?
a última vez que fui para Trancoso eu quase chorei na volta, no aeroporto...
que energia, e que alegria essas pessoas da Bahia tem, não é minha linda?

Anônimo disse...

I admire the precise and smart manner in which you have explained something very, very difficult to say if you have not been there. It´s very generous.Thank you.
Greetings from Spain: Beatriz

Ana Lua disse...

Cris, lindo o seu texto.

Em meio a tanto asfalto, cimento, fuligem e ferro, surge a leveza das suas palavras para nos lembrar que há outros caminhos e outros lugares. Para apontar a lua, a água salgada do mar, para falar do mistérios e da magia das coisas simples da vida.
Que viagem maravilhosa!

Parabéns, amiga!

Ana Luiza

Cris Rosa Negra disse...

Obrigada pela sua visita. Vamos nos falar sim, mas escreva-me seus contatos no seu email (acho que não chegamos a trocar fones).
Sim, foi difícil voltar. Sempre é difícil voltar quando a gente sente que a vida que temos é tão limitada frente a tantos sonhos de ir e vir que nos tira do anonimato, nos tira da paralisia , de uma vida mecânica. Acho que , qualquer caminho é único e sem volta, ou seja, podemos até fazer o mesmo caminho, mas ele nunca nos trará aquela "mesma volta", o mesmo aroma, nem as mesmas experiênicas.
Beijo e caminhe também.
Cris

Cris Rosa Negra disse...

Dear Beatriz: Thanks for your visit. I really appreciate you had sensibility and generosity to read and come here to express you follow my fragrant feelings. Come always here and smell good,
Greetings of someone who loves Spain too.
Cris

Cris Rosa Negra disse...

Oi Ana Luzia,

Suas palavras são mágicas também. Exato, estas viagens são necessárias para dar um fôlego de vida. Na natureza, a Rosa que lhes fala encontra a sua essência.
Your words were magic too. Exactly, those trips are necesssary to give us a new breath of life. In the nature, the Rosa Negra meets her own essence.

Beijos, Cris

Anônimo disse...

Que bom Cris, ter vc de volta com cheirinho de andarilha...
Aqui é o outono, estou usando o novo fruto do Lutens querido: Serge Noire. Cheirinho de bruma, de mistèrio, de intimidade, do tempo vagarando, das cores se perdendo com o frio, é magico como o criador. Beijos, aliki

Cris Rosa Negra disse...

Oi amada Aliki,
J´espere que tout ça va bien...rsrs...escreva para meu email para falarmos e colocarmos o papo em dia.
Sabia que estou aguardando meu Serge Noire "versão líquida". Ganhei da Shiseido um demonstrativo, mas eu preciso senti-lo na pele ( e muito)

Bisous mon amie,
Cris