quarta-feira, 6 de abril de 2011

Perfumes Fast - Perfume Review: Gucci Gucci by Gucci Woman EDT (Feminino)

Por Cristiane Gonçalves, Perfume da Rosa Negra, um novo tempo, um novo perfume
Portuguese/English






Perfume: Gucci by Gucci Woman EDT, Gucci (2008)
Versão: Eau de Toilette
Gênero: Feminino


Background: Após Tom Ford permanecer de 1994 a 2004 na direção criativa da Gucci, salvar a maison da crise e renovar toda a linha de moda, perfumes e cosméticos com seu espírito audaz e libidinoso, chegou a vez de Frida Gianini assumir a direção criativa em 2004 e ser promovida em 2006 para dirigir toda a marca. Com sua projeção de carreira, Frida recebeu a  responsabilidade de resgatar o legado moderno, feminino, elegante e sensual da Gucci, revitalizando a imagem da marca que Tom Ford tornara erótica. A fragrância Gucci by Gucci faz parte do contexto de mudança da maison e de uma nova intepretação dos chypres,  modernizados em suas matérias primas e  estruturas olfativas para evocar a sensualidade e a elegância da mulher contemporânea.  A versão EDT é mais floral e menos frutal do que o EDP lançado em 2007 no 85º aniversário da casa Gucci,  e é um perfume relacionado ao desejo da mulher Gucci, o do fascínio e da autorealização.




Desenvolvimento:  Gucci by Gucci EDT tem alguns traços que o aproximam da versão Eau de Parfum como a saída de notas frutais como a pêra, um coração marcado por uma flor de personalidade forte e exótica, a Tiare, e a base almiscarada com marcante reminiscência do mel , porém são perfumes distintos. Enquanto o EDP é  carregado por um fundo frutado com bastante patchuli que afeta a harmonia e o refinamento do perfume, o  EDT é como uma mulher Gucci que tem o frescor da modernidade mas ao mesmo tempo guarda uma sedução vintage que reflete o chypre de notas frutais e base levemente resinosa. A saída de Gucci by Gucci é de um frutal exótico, levemente fresco no início (por influência da pêra), e que se desenvolve muito rapidamente para a base musky, quente e sensual, um fundo que tem o doce penetrante do mel, continuamente flertante com a pele.  Gucci by Gucci ainda  é um perfume linear, com um conceito repetitivo e que segue o movimento da indústria em agradar mulheres sensuais, independentes e sofisticadas. A base musk e adocicada  lembra  a  de perfumes como  D&G The One e The One The Rose, mesmo que sejam diferentes de Gucci by Gucci, pois são perfumes que fixam bem na pele o âmbar, acrescido de uma nota  gourmand.



O melhor da fragrância: O toque chypre floral  de exotismo, com nuances de mel, que se misturam a uma sensação de sofisticação cosmopolita, além de ser mais delicado que a versão EDP.


O pior da fragrância:  É um perfume que não possibilita uma viagem olfativa, gradativamente mudando na pele, e portanto, não abre diferentes notas, sensações e sutilezas. A base musk patchuli é influenciada por notas bem marcantes como a de Tiare e a de mel, que rapidamente adoçam a fragrância.
 
Poder de fixação: 10 horas





Sillage: Médio


Drydown: chypre floral  musk com toques de mel.




Notas: pêra, flor de Tiare, lírio, musk, patchuli e mel.




Recomendado para:  Mulheres sensuais e elegantes que apreciam chypres florais marcantes, levemente adocicados no fundo,  e mulheres que gostam de perfumes como D&G The One feminino, Guerlain Idylle e Miss Dior Chèrie.



Avaliação




English Version



Perfume: Gucci by Gucci Woman EDT, Gucci (2008)
Version: Eau de Toilette
Gender: Female




Background: After Tom Ford being in charge of Gucci creative direction from 1994 to 2004, having saved the maison in crisis and renewed all its fashion, perfumes and cosmetics line with his daring and libidinous spirit, the Italian Frida Gianini was hired as Gucci creative director in 2004, later, in 2006 was promoted to drive all Gucci label. Her career development moved  her on a new challenge: the responsability of bringing back the modern, feminine, elegant and sensual Gucci heritage, renew the image of the brand that Tom Ford became 'erotica'. The fragrance Gucci by Gucci is part of the change context in the maison and is about a new interpretation of chypre fragrances, modernised in their raw materials and olfactive strutures to evoke the sensuality and elegance of the contemporaneous woman. The EDT version is more floral  and fruitier than the EDP flacon released in 2007 in the 85th anniversary of Gucci. It's a perfume connected to the desire of Gucci woman, the desire of enchantment, the desire of being satisfied by her achievements. 


Development: Gucci by Gucci EDT has some traces that are similar to its EDP version such as the heady fruity notes  (pear), the remarkable heart highlighted by a strong and exotic flower (tiare) and the musky-honeyed base, however they are different perfumes. While the EDP version carries  a heavier honey and patchouli combination, The EDT version is like  a Gucci woman who has the freshness of the modernity but, also, has a vintage seduction that mirrors the chypre composed by fruity notes and a slight earthy base. The opening of Gucci by Gucci is fruity and exotic, subtely fresh in its start (influenced by pear) and develops quickly into a musky base, hot and sensual, whose honey scent is deep, continuously flirting with the skin. Gucci by Gucci is still a  linear perfume, with a repetitive concept and persue the industry need of pleasing sensual, independent and elegant women. The sweet musky base make us remind of perfumes such as D&G The One and The One The Rose, even if they are different among them, all of it explained by the fact that these perfumes keep on the skin the amber plus a gourmand note. 



The best of the fragrance:  The chypre floral touch of exoticism featuring  hints of honey on drydown, and that blends a cosmopolita sophistication in the fragrance. Besides it is softer and more delicate than the EDP version.




The worst of the fragrance: It is a perfume that does not bring us a olfactive journey, changing its effect on the skin, thus, the fragrance does not open different notes, sensations, insights. The musky-patchouli is influenced by remarkable notes such as Tiare and honey, that sweeten the fragrance.


Longlasting power: 10 hours




Sillage: Average




Drydown: chypre floral musk with touch of honey.

Notes: pear, Tiare flower, lily , musk, patchouli and honey.



Recommended for: Sensual and elegant women who enjoy  remarkable chypre floral with sweeter base , and women that like perfumes such as D&G The One Woman, Guerlain Idylle and Miss Dior Chèrie.




Evaluation





Nenhum comentário: