sábado, 20 de março de 2010

Perfume Review: The One for Women, Dolce & Gabbana




 
O que faz uma mulher ser a número 1 ao usar um perfume? Ser The One é ser unicamente ela mesma, exalando sua fragrância em perfeita harmonia com seu eu. A aflorada segunda pele que expressa o seu estado de espírito, seu ser e estar interior. O que faz uma mulher sentir-se a mais perfumada entre todas as mulheres? Um perfume que a torne interessante para quem dela se aproxima, que comunica ao outro a expressividade de sua personalidade através do cheiro, que é a ponte aromática de suas emoções, de sua alma feminina.


Mas  como seria o cheiro de um perfume chamado The One? Único. Para os estilistas Dolce e Gabbana, ser única é estar bem representada em sua feminilidade através de um perfume floral gourmand frutal unindo as delícias das apetitosas frutas com a doçura das notas açucaradas em um apelo fortemente gustativo e flores discretas que mantêm intimidade com a mulher para um desabrochar feminino ainda mais íntimo, em especial, quando o perfume é aspirado profundamente no sublime toque da pele.





The One é comercialmente feminino porque mulheres apreciam certa forma única de se perfumar: sensualmente doce floral. O perfume é um acessório mas quem dará o toque final  ao perfume é a faceta "The One" de cada mulher, sua singular sensualidade.  Por isso The One chega à pele sedosa de uma mulher  naturalmente bela com seu apelo gourmand bem misturado ao acorde frutal floral, exatamente para não dar espaço ao óbvio, ainda que o óbvio esteja lá: uma fragrância doce oriental com considerável tom gustativo de pràline com baunilha e o toque seco de cascas de pêra com ameixa, ricamente  bem misturadas para sugerir uma sensualidade mais adulta, menos pueril. A linearidade do perfume com o toque gourmand  ainda prevalece e dá uma dimensão mais saborosa ao perfume.




A mulher The One deixa sua presença olfativa no ar, marca território, perpetua a existência do seu perfume,torna-se inesquecível. Isso explica o sucesso The One como um perfume de fácil aceitação pelas mulheres modernas, adictas à sedução de um perfume gourmand floral que se torne parte de suas memórias até mesmo as sociais, de flerte, de eternalizar sua presença fazendo-se presente  no nariz e no desejo do outro, além de apresentar um mix comercial com uma base ambarada abaunilhada, bem receptiva por parte de mulheres e homens gulosos por uma sensualidade com gosto de pele perfumada.





The One é viciante como o desejo de sentir prazer através do olfato, deixar o perfume aflorar o gozo corporal através do gozo olfativo e, embora não seja um perfume rico em nuances, sua riqueza enquanto fragrância é sua capacidade de criar um espaço para uma mulher jovem, bonita e sensual seduzir ainda mais com um perfume bem convidativo. Um convite para ela expressar o que há por trás da pele perfumada com The One, o que a torna única além de seu perfume.



Versão avaliada: Eau de Parfum
Fixação: 8 horas
Sillage: médio/alto
Drydown: floral gourmand ambarado
Notas:Mandarina, bergamota, pêra,jasmim,vetiver, baunilha,âmbar.



Avaliação 


English Version



What makes a woman be the number 1 when she is wearing a perfume? To be The One is to be uniquely herself, exhaling her perfect fragrance in harmony with herself. The awakening second skin that expresses her state of spirit, her ego, her soul. What makes a woman feeling herself as the most fragrant woman among others? A perfume that becomes her interesting for those who are closer to her, that communicates the expressiveness of her personality through the scent, that is the scented bridge of her emotions, of her female soul.


But how would be the scent of a perfume named The One? Unique. For the fashion designers Dolce e Gabbana, to be unique is to be represented by the femininity through a floral gourmand fruity perfume joining the delights of luscious fruits with the sweetness of sugared notes strongly smelling the gustatory nuance with subtle flowers which keep the intimacy with a woman  for a more intimate feminine blooming , mainly when The One is sniffed deeply in a sublime touch of skin. 



The One is commercially feminine because women enjoy to follow a way of perfuming themselves in an unique manner, that is, sensually sweet floral. The perfume is an acessory but who gives the final touch to the perfume is the "The one" facet of each woman, her singular sensuality. Because of that, The One touches the woman's soft skin naturally gorgeous with her gourmand appeal, lovely mixed to the floral fruity accord and does not offer space for the obvious, even if, strangely and lovely, the obvious is there: an oriental sweet fragrance filled by  considerable gustatory tone of praline enveloped by vanilla and the dry touch of pear and plum barks, richly well blended to suggest a more adult sensuality, less puerile. The linearity of the perfume with her gourmand accord still is kept and exalts the luscious facet of the perfume.


The One's woman let her olfactive presence in the air, marks her spot, eternizes the existence of her perfume becoming it unforgettable. This explains the success of The One as a perfume easily wearable by modern woman, addict for the seduction of a gourmand fragrance that becomes part of her memories including those related to flirt moments where the scent is immortalized in the desire of the other, besides The One has a commercial appeal based on an ambery vanilic base, easy to be accepted by women and men who are "gluttonous about tasty scents" and mad about the sensuality of a sweeter skin.


The One is addictive as the desire of smelling the pleasure through the olfaction, letting the perfume awake the bodily pleasure through the olfactive pleasure and, even though the perfume is not rich in nuances, its richness as a fragrance is its ability of creating a  scented space for a young, beautiful and sensual woman to seduce more and more wearing an inviting perfume. An invitation for her to express what is behind her fragrant skin with The One, what becomes  her unique beyond her perfume.



Evaluated version: Eau de Parfum
Longlasting power: 8 hours
Sillage: medium/strong
Drydown: floral gourmand ambery
Notes:
Mandarine, bergamot, pear,jasmine,vetiver, vanilla, amber.

Avaliação 



Perfume Review by Copyright Cristiane Gonçalves for Perfume da Rosa Negra
Photo Credits:  Dolce e Gabbana Perfume and makeup campaign with Scarlett Johansson.

Nenhum comentário: