quarta-feira, 20 de agosto de 2008

Querido diário, eu ainda desejo o perfume dele / Dear diary, I still wish his perfume


Existem pessoas que são como perfumes. Seus aromas deixam rastros por anos, às vezes para sempre, não importa o quanto o tempo passa, os aromas permanecem em nossas mentes, corpos, corações e almas, nos tocando profundamente no mais profundo do nosso self.
Amor ou paixão incondicionais , amores impossíveis de materializar-se em um sentimento verdadeiro, recíproco e real têm um aroma de tantas contradições, pode ser fascinante e frustrante, doce e amargo, amoroso e doloroso, real e ideal.

Ele tem um aroma destes e tem deixado um rastro por anos, um perfume dos meus sonhos de amor, mas tão real. Tentei arrancar as lembranças deste perfume a cada ano (eu juro, Deus meu) e sempre o sentia na minha pele, por todo o meu corpo, com momentos de prazer, de sorrisos e lágrimas. Havia momentos que odiava sentir este aroma, afetando minha vida por completo, para o bem e para o mal... as notas tinham nuances maravilhosas como um filme dos poucos momentos que vivemos, tão importantes e únicos para mim, tão nostálgicos.

Fechava os olhos, tentava lembrar-me do perfume dele, as notas de cabeça com seus olhos amendoados, olhos doces cor de mel, seu sorriso radiante; as notas de coração com sua gentileza, sua beleza e sua amizade que encantaram meu coração e as notas de base, que era o seu todo que eu tentava, profundamente apaixonada, sustentar na minha vida, as mantendo vivas. Não queria perder estas memórias olfativas de um amor, paixão ou o que seja,
mas eu queria o perfume dele, eu queria ele.





Entreguei o meu olfato e o meu coração a ele, sem nada em retorno... incondicionalmente; mas no fundo do meu coração havia esperanças de um amor em retorno, a esperança dos loucos, dos sonhadores, dos artistas, dos poetas. A esperança pelo perfume que se encaixa na sua cara metade, como uma tampa em um frasco de perfume. Aquele perfume para a minha vida, de corpo e alma como as inesquecíveis estórias de amor, aquelas que nem o tempo, nem a distância, nem qualquer circunstância é capaz de impedí-las.
eu queria o perfume dele, eu queria ele.

Queria o perfume, não importava quando, como e onde, não importava se agradaria ou não quem estivesse ao nosso redor, o perfume seria eu e ele, só nós dois... mas o aroma parecia sumir da minha pele, em encontros e desencontros, ele me perseguia e se afastava. Não sabia se eu ria ou chorava, se amava-o ou odiava-o, se me aproximava ou me afastava dele. Um perfume encantador, mas difícil de encontrar, difícil encontro dos nossos corações e todos os sentidos.





E nos meus sonhos juvenis de uma mulher adulta, lembrei-me de que era possível ter o perfume, pertencer a ele e ele a mim. Lembrei-me que ele foi como um diário na minha vida, como Diário de uma paixão de
Nicholas Sparks (livro e filme) e, então lembrei-me da promessa de amor e lealdade de Noah Calhoun e Allison Nelson, palavras tão perfumadas que eu queria que ele confessasse contemplando meus olhos , assim como eu: " você é cada motivo, cada esperança, cada sonho que tenho tido e não importa o que aconteça conosco no futuro, todo dia estaremos juntos é o grande dia da minha vida . Eu sempre serei seu, e querida, você sempre será minha"




O perfume, mesmo distante, chegou perto de mim. O aroma fluía no ar, cheirei-o com o coração aberto, quase enfeitiçada pelas velhas lembranças e sutis esperanças, mas de repente, uma nota muito amarga o possui, nuances inesperadas. Um suposto desejo de quebrar o frasco por inteiro, derramar o perfume, fazê-lo desaparecer foi inevitável... mas o sentimento por ele é incondicional. "Oh Deus, por que?" - Gritei dentro de mim, um grito calmo, de uma menina mulher madura. Mas depois pensei: " Na maioria das vezes, não escolhemos a quem gostar ou amar, assim como perfumes, simplesmente acontece".

Ah, que perfume complexo! Um cheiro intrigante
... e lembrei-me novamente de Diário de uma paixão " siga seu coração mesmo que ele esteja no lado esquerdo, ele está sempre certo"... Sigo o meu coração.Sigo o perfume e ele sempre será um perfume especial, único e exclusivo. Será o meu perfume, com prós e contras, mas meu perfume, meu diário, minha paixão e meu sonho real de um diário de uma paixão... simplesmente inesquecível.


Não se preocupe
Nada está perdido ou pode ser perdido
o corpo torna-se lento, velho e frio
a brasa de chamas passadas permanece até flamejar novamente
(The notebook movie)










(English Version - I wished his perfume and still wish again)


There are people that are like perfumes. Their scents have lingered for years, sometimes forever, no matter how much time has passed, scents have remained in our minds, hearts, bodies and souls, touching us deeply in the profoundest of our self. Unconditional love or passion, impossibles loves to be come to pass and be a real and reciprocal feeling have an aroma of contradictions. It may be fascinanting and boring, sweet and bitter, delightful and painful, real and ideal.

He has this perfume and his scent has lingered for years, a perfume of my love dreams,but so real. I tried to not recall memories of his perfume every year, I swear, Dear God and always felt this perfume on my skin, on my body extremely involved by this pleasure, but also there were smiles and tears. There were moments that I hated this aroma, affecting my entire life, better and worse... its notes had astonishing nuances such as a flashback movie of our few moments together
, so important and unique for me, so nostalgic.


I closed my eyes, trying to remind of his perfume, top notes with his
almond-shaped eyes, sweet eyes honey-coloured, his bright smile; heart notes with his genteelness, his beauty, his friendship that enchanted my heart and basenotes were him, completely him, notes that I tried to sustain in my life, keeping them alive, passionately in love. I didn't want to lose these olfactory memories of a love, a passion or whatever, but I wished his perfume, I wished him.

I gave him my olfaction and my heart without anything in return...unconditionally, but in the bottom of my heart there were hopes of being loved in return, the insane hope of the dreamers, artists, poets. The hopefulness for the perfume which is able to fit to a better half as a cap that seals a fragrance bottle.
A perfume for my life, body and soul like those unforgettable love stories, those that neither time and distance nor any other circumstance is able to interfere them. I wished his perfume, I wished him.

I wished his perfume, no matter when, how and where, no matter if someone would be pleased or not with, the perfume would be only him and me, just us, however the aroma seemed to go away , comings and goings, the perfume followed me and stood back. I didn't know if I laughted or cried, if I hated or loved him, if I followed him or stood back from him. A captivating perfume, but hard to find, hard to join our hearts and all senses.


And in my youthful dreams of an adult woman, I remembered that it would be possible to have the perfume, to belong to him, each other
. I remembered that he was the diary of my life like the notebook by Nicholas Sparks (book and movie) and, then, I remembered of Noah Calhoun and Allison Nelson making promise evoking their love and loyalty each other, fragrant words that I wished him to confess them staring me in the eyes and so did I "you are every reason, every hope, and every dream ive ever had, and no matter what happens to us in the future, everyday we are together is the greatest day of my life. I will always be yours, and darling, you will always be mine"

The perfume, even distant, came to me closer. His aroma floated on the air, I smelt it in a open-hearted way, nearly mesmerized by old memories and subtle hopes but suddenly, a bitter note possessed him, unexpected nuances. A supposed desire of breaking the full bottle, pouring the perfume out, making it disappear was unavoidable... but my feeling for him is unconditional. "Oh God, why?" - I cried inside, a peaceful cry of a mature woman, half a young girl half an adult lady . But after I thought: " Usually we don't choose who we like or love as well as perfumes, love just happens".

What complex perfume! An intriguing smell and so it reminded me of the Notebook again
"
follow your heart because even though it’s on the left, it’s always right."... I follow my heart , I follow his perfume . He will be always a special perfume, unique and exclusive, it will be my perfume with the pros and cons, but always my perfume, my diary, my passion and my real dream of a notebook story...simply unforgettable.


Do not worry
Nothing is ever lost or can be lost
the body is sluggish, aged and cold
the ember is left from earlier fires until the flame again
(The notebook movie)







photos : The notebook movie and book. Source: The star pulse and Amazon.com
The notebook quotes. Source: Movies.coolnsmart.com
Video The notebook (scenes selection) , a courtesy of Youtube

Nenhum comentário: