segunda-feira, 10 de setembro de 2007

Dior Addict, Dior




Poucos perfumes são capazes de gerar imagens tão pertubadoras e intoxicantes como Dior Addict, um perfume que considero um clássico noturno de rendição à luxúria e à perversão.
A primeira contemplação da fragrância é uma entrada de notas doces e sufocantes encorpadas por um marca olfativa especiada que está presente em toda jornada com Dior Addict. O floral oriental carrega notas de mandarina e dama da noite com maior expressividade realçadas por uma baunilha picante, quase bizarra e sempre atuante com a tonka bean que a realça no efeito amendoado do perfume. O aroma exótico é afetado pela presença do sândalo mysore, uma nota de origem indiana , que dá pungência e a luxúria oriental ao perfume. Uma mistura persecutória que invade a pele, expelindo odores para um comportamento poderoso e de muita energia libidinosa.





Considero Dior Addict um perfume alucinógeno , capaz de tirar a mulher da normalidade convencional dada pela sociedade, de dopá-la para que ela transforme amor e inocência em prazer e lascívia. Ele resgata a mulher cheia de fetiches, dona de suas próprias forças sexuais ao cobrir sua pele. Percebe-se uma dama da noite mostrando o seu lado dark, obscuro, pecador. Uma flor tóxica que envenena a áurea do perfume (o seu sillage) para liberar o comportamento depravado que ele pode causar.






Esta imagem noir do perfume faz defrontar-me com a dicotomia do filme Veludo Azul , de David Linch; a oposição entre atração e repulsão, inocência e experiência, perversão e amor, desejos normais e desejos aberrantes, etc. O perfume desperta este antagonismo a partir do momento que ele libera a sensualidade exposta, o desejo de transgredir o status quo, de invadir o desejo alheio, de doar-se a luxúria sem medo. Ele é um aroma libertador das fronteiras que bloqueam a carne, sedenta de toque e vontade de prazer.
Esta dicotomia não é só da mulher mas também do homem, logo Dior Addict é um veludo azul, totalmente compartilhável entre os sexos e cujo frasco azul é sentido como um envolvente veludo. Toque-o e deixe-se tocar.









Veludo azul. Clique aqui para ver os preços comparativos de Dior Addict




Fotos: campanha Dior Addict e divulgação Blue Velvet, de David Linch.DE . Atriz na foto é Isabella Rossellini

7 comentários:

Elis disse...

Maravilhosa tua descrição Cris, parabéns!

Anderson disse...

Como sempre, vc surpreende e arrasa, maravilhosa descrição, vc pôe em palavras mtas das coisas q sinto... Não canso d falar: Vc é genial!!!

Rosa Negra disse...

Obrigada Elis.

Rosa Negra disse...

Anderson,
Fico feliz que as sensações são fraternas, além de alguns perfumes também.

Rosa Negra disse...

Para registrar aqui discussões sobre este post que foram levadas para o orkut ou conversas informais
1) Perguntaram-me qual a ocasião ideal para usar este perfume?
Acho que o Addict é um perfume transgressor no seu aroma. Sempre penso que ele é um perfume em ocasiões no qual o teu espírito é tomado por certo narcisismo no qual vc se julgue a mais sensual e lasciva das mulheres. Além disso, há um certo sadismo no perfume, o sadismo no sentido de que vc irá usá-lo de forma provocante e sem compromisso. Vc irá provocar até o último minuto para depois descartar o objeto do seu desejo. Como uma dama da noite que seduz e no amanhecer do dia não está mais lá.
Sempre imagino um perfume para a noite, no qual vc conjugue comportamentos como os que disse acima.

Pável Henry disse...

Sim, Dior Addict é um feitiço líquido! Eu como amante da vida noturna, luzes e música, vejo-o como um estilo de vida, e não como um perfume simplesmente.
Para usá-lo é necessário encorpar uma personalidade coerente com sua mutação.
É um enigma... pois é impossível não se sentir especial e privilegiado usando este Dior.
Não é um cheiro banal, não é algo que irá te enjoar... pois ele irá mudar em vc, de acordo com sua ocasião, roupa, personalidade... ou sua intenção!
Seria este o perfume ideal p/ a Wonder women?
Mas sim... é necessário ser uma "wonder pessoa" p/ usá-lo!
>.<

Daniimagens disse...

Sempre passo aqui. Adoro seus comentários e sou APAIXONADA por perfumes. Gostaria muito que comentasse sobre o Black XS do Paco Rabanne feminino.

bjss