sexta-feira, 10 de agosto de 2007

Hypnôse Homme, Lâncome


Insinuações sutis... estas são as palavras-chave para Hypnôse homme, lançamento da Lâncome para homens não tão óbvios. Não é à toa que a gigante francesa selecionou o ator britânico Clive Owen para representar o rosto hipnótico, compatível com a nova fragrância. Ele tem um ar de mistério, que sugere um classicismo no olhar. Aquele homem que diz com os olhos tudo que a boca decidiu calar. Este homem usa Hypnôse homme, fatalmente...
Hypnôse não é um perfume para homens diretos, que insinuam uma sensualidade forçada. Hypnôse é para homens que são elegantes até na sedução, que usam o perfume com peça - chave , mas não invasiva. Que sugerem leveza e classe, frescor e calor, moderadamente equilibrados.
Sentir Hypnôse é sentir um mix de tradição com ousadia. As primeiras notas demonstram o tradicional mix lègere de perfumes que levam a simplicidade da lavanda e bergamota, envoltos em uma base ambarina; no entanto Hypnôse homme não se renderia a mais um lègere, convencional e sem grandes insinuações.
O lègere faz parte do ritual mais clássico da fragrância, que começa assim, mas evolui para toques mais refrescantes e fortes que devem estar relacionados à menta. Neste momento, é possível ter a percepção de que o perfume abre caminho para um homem mais rústico (mas ainda elegante), coberto de um aroma mais silvestre, que mais tarde será impregnado por uma base mais equilibrada, onde nenhuma das notas parece pelejar com outra; talvez menos destaque para o patchouli e um pouco mais para o almíscar.
Hypnôse é um perfume para homens que buscam uma atitude clássica, envolta em certa sedução sutilmente
foraz. Não é de se esperar um perfume que provocará olhares imediatos de um(a) caçador(a). Neste caso, caberá ao homem que usa Hypnôse Homme a atitude de ser o caçador e indicar os caminhos à presa...discretamente e com olhos hipnotizantes, é claro!

Nenhum comentário: