sábado, 4 de junho de 2011

Entrevista: Lásaro do Carmo Jr, Presidente da Jequiti, fala sobre o primeiro perfume internacional da marca

Por Cristiane Gonçalves, entrevista Jequiti exclusiva para Perfume da Rosa Negra, um novo tempo, um novo perfume



Lásaro do Carmo Jr, Presidente da Jequiti


Como começou o namoro entre Perfumes Sean John e a Jequiti?

Há cerca de um ano atrás, eu tive um café da manhã no Santo Grão com o Daniel M. Annese, Vice Presidente da Esteé Lauder para a América Latina, aonde começamos a falar de uma parceria para popularizar o luxo no Brasil, o que poderíamos fazer para trazer um produto prestige como mass para o Brasil. Batemos um papo e fomos evoluíndo nele até que começamos a discutir qual o perfume internacional que viria para a Jequiti. Tínhamos a aposta: o de trazer o perfume mais vendido nos Estados Unidos, que é o do Sean John, ou uma outra marca. Decidimos trazer Unforgivable de Sean John.

Por que se deu tal escolha pelo perfume de Sean John?
Pelo carisma, pelo que ele é, pela acessibilidade e pela qualidade da fragrância. Nós fizemos uma aposta: como o Sean John é pouco conhecido no Brasil, assim que começassem a conhecer seus perfumes, com a qualidade que eles têm, não teríamos como errar.


Os perfumes Sean John lançados pela Jequiti são produzidos no Brasil com a mesma qualidade em matérias primas importadas. Quais os ganhos para a perfumaria Brasileira em ter um produto de status internacional produzido no país?



É a primeira fragrância internacional que é envasada no Brasil. Seu envase é uma parceria de 3 empresas: a Jequiti, a Lange e a ADF Sean John que pertence a Esteé Lauder, e que reúnem a matéria prima importada com a produção nacional. O principal resultado, em termos de ganho, é termos um menor preço para o consumidor com uma qualidade excepcional.


Nos estados Unidos temos uma proliferação  e popularização de fragrâncias de celebridades como Britney Spears, Jennifer Lopez, entre outras. No Brasil, a Jequiti lançou fragrâncias de celebridades como Fábio Junior e Claudia Leitte. O mercado de perfumes da celebridades  é potencial no Brasil e muito pouco  explorado. Vocês têm um projeto de trazer mais fragrâncias de celebridades para o país?


Um dos grandes projetos da Jequiti é o guarda chuvas de perfumes de celebridades, nacionais e internacionais. Fábio Junior, Claudia Leitte e, agora Sean John. E o próximo, saberemos.


Podemos dizer que fragrâncias de celebridades no Brasil já é uma idéia de negócios sólida para a Jequiti?

Já deixou de ser uma idéia e já é um grande projeto.


Quero agradecer a entrevista e o excelente trabalho,  cada vez mais emergente da Jequiti em contribuir com a Perfumaria Brasileira. Parabéns pela iniciativa em trazer Sean John Unforgivable para o Brasil dentro do portfólio de marcas da Jequiti.




Continue acompanhando Perfume da Rosa Negra para mais posts exclusivos sobre a parceria Jequiti e Sean John Unforgivable

A primeira marca internacional da Jequiti



Um comentário:

Jeane Braga disse...

Uma ótima marca!!!

Parabéns pelo artigo...