terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Perfumes Fast - Perfume Review: DKNY Men, Donna Karan

Perfumes Fast:Your exact dose of perfume for a healthier Fragrance Addiction 
by Perfume da Rosa Negra




Perfume: DKNY Men, Donna Karan
Versão: Eau de Toilette
Gênero: masculino

Background:  A marca registrada de Donna Karan está no novo perfume DKNY Men (2009): a cidade de Nova York e sua moderna efervescência, tão em linha com homens  enérgicos, estilosos, cidadãos de um mundo urbano e dinâmico que exige crescente superação e o charme de um perfume sedutor, sofisticado e versátil para todo o dia. A fragrância, um amadeirado aromático, segue a tendência do mercado para amadeirados leves influenciados pela delicadeza das folhas de violeta, adequado para homens jovens e contemporâneos.

Desenvolvimento: Consideravelmente linear, o desenvolvimento de DKNY  Men segue o esperado para este tipo de fragrância salvo a curiosa presença de uma nuance de calone (melão, que é moda na perfumaria) que deve ser o mistério estranhamente evidente aqui. Uma abertura mais cativante de componentes cítricos que causam uma impressão jovial e enérgica e, logo mais, as nuances aromáticas, mais "herbais florais aquáticas calônicas" se dão pelas folhas de violeta com um  toque ligeiro de sálvia  que, mais adiante, são combinadas com uma quantidade bem significativa de cardamomo no corpo floral. O tom apimentado se torna muito bem marcado em uma boa parte do tempo com o floral violeta, sem sensuais sinuosidades, o que denota um tradicionalismo e um desequilíbrio na fragrância neste acorde apimentado. Ela se mantém convencional com o discreto toque das madeiras de base como a de cedro e vetiver e, em um dado momento da evolução, há uma rápida impressão acourada, soft e envolvente. É um típico amadeirado aromático floral violeta como Burberry The Beat for Men que, a propósito, leva folhas de violeta, pimenta negra, madeira de couro e vetiver e é bem superior no desenvolvimento.



O melhor da fragrância: Para o que ela se propõe a apresentar em seu conceito e considerando a contemporaneidade da perfumaria "para o público masculino mais jovial", o melhor de DKNY é um blending moderno e descomplicado, em sintonia com a versatilidade dos amadeirados florais para jovens urbanos.
 
O pior da fragrância: Previsibilidade no desenvolvimento, sendo um lançamento bem comercial. Muita pimenta  e cardamomo no coração da fragrância, dando a impressão de um exagero de apelo sensual que acabou por não salvar a fragrância.

Poder de fixação: 9 horas

Sillage: médio
 
Drydown: amadeirado floral aromático

Perfumistas: Alberto Morillas e Harry Fremont


Notas: Bergamota, mandarina, juniper, sálvia, pimenta negra, cardamomo, lavanda, folhas de violeta, jasmim, madeira de cedro, patchuli, iris orris e vetiver


Recomendado para :  Homens jovens e urbanos / Todas as estações/ dia e noite.

Notas adicionais: Mark Vanderloo, pub desta fragrância é um dos modelos mais marcantes na perfumaria basta lembrar de seus lindos olhos ilustrando a campanha de Calvin Klein Eternity for Men. O que é curioso é colocá-lo como face de DKNY Men, ainda que ele tenha tantos belos predicativos. Ele está com 41 anos. Bonito, mas muito maduro para a proposta da fragrância. Incoerências da perfumaria...
Por outro lado, no marketing da fragrância, o frasco foi a salvação. Com linhas retas, de design ultra moderno e com a elegância do cinza , representa o prédio Iron Flat, um dos mais bonitas da arquitetura da cidade.

Avaliação

English version



Perfume: DKNY Men, Donna Karan
Version: Eau de Toilette
Gender: male

Background:  The trade mark of Donna Karan is in the new DKNY Men  fragrance (2009): The city of New York and its modern effervescence aligned to energic and stilish men, citizens of a modern and dynamic world which demands a growing  overcoming attitude and the charm of a seductive, sophisticated and versatile daily fragrance. The perfume, a woody aromatic, follows the market trendy of light woody scents influenced by the delicateness of violet leaves, suitable for young and contemporaneous men.

Development: Considerably linear, the development of DKNY  Men is predictable for this type of fragrance with the exception of the curious presence of the calone nuance (cucumber, which is the recent fever in the perfumery) that may be the strangely mystery evident here.  A captivating opening of citrusy components cause this youthful and energic impression and, later, aromatic nuances more "herbal floral aquatic calone" are given by the violet leaves with the fast touch of sage that, later on, are combined to an expressive quantity of cardamom in the flora heart. The peppery tone becomes well emphazised in a significative part of the evolution time with the violet-leaf floral without sensual sinuosities, what indicats some traditionalism and a unbalance in the fragrance at this spicy accord. The scent is kept as conventional with subtle touch of base woods such as cedar and vetiver  and, in a moment, there is a quick leathery impression, soft and enveloping. DKNY is a typical woody aromatic floral like  Burberry The Beat for Men that, by the way, features notes of violet leaves, black pepper, leatherwood and vetiver and is more superior in its development.

The best of the fragrance: Considering the contemporaneity of the perfumery for "the male young audience" and the concept of DK, the best of the fragrane is the modern and uncomplicated blending, connected to the versatility of woody florals for urban young men.
 
The worst of the fragrance: Foreseeability in this development, placing DKNY Men as a very commercial fragrance. Much pepper and cardamom in the mid development causing the impression of some excessiveness in sensual appeal which hasn't saved the fragrance.

Long-lasting Power: 9 hours

Sillage: medium
 
Drydown: woody aromatic floral

Perfumers: Alberto Morillas and Harry Fremont


Notes: Bergamot, mandarin, juniper, sage, black pepper, cardamom, lavender, violet leaves, jasmine, cedar wood, patchouli, iris orris and vetiver.


Recommended for :  Young and urban men /All seasons/ day and evening.



Additional notes: Mark Vanderloo, pub of this fragrance is one of the most remarkable models in the perfumery, just remember his gorgeous eyes  on the campaign of Calvin Klein Eternity for Men. What is curious here is to hire him as face for DKNY Men, even though he has so wonderful qualities, he is 41 years old. Handsome, but mature for the proposal of this fragrance. Incoehrencies of the perfumery... On the other hand, in the marketing of the fragrance, the flacon was the salvation. With flat lines, an ultra modern design and the elegance of the gray color, the bottle represents the Iron Flat building, one of the most beautiful in NY architecture.


Rating



Perfume Review by copyright Cristiane Gonçalves for Perfume da Rosa Negra.
Photo credits: DKNY

Nenhum comentário: