segunda-feira, 11 de agosto de 2008

Publicidade de Perfumes/Perfume Advertisement : Chanel nº 5 by Baz Luhrmann (2004)


Abrindo mais uma série de artigos sobre perfumes no blog Perfume da Rosa Negra, apresentarei-lhes resenhas sobre publicidade de perfumes. Estes escritos não estarão relacionados às resenhas de perfumes pois não abordarei exatamente sobre o desenvolvimento da fragrância e seus diálogos entre as diversas significações ou representações pessoais ou coletivas, sejam relacionados à cultura, a idéias, conceitos, emoções e sentidos.

Nestes posts, o foco é a publicidade, forma de comunicação que influencia os consumidores a comprar e consumir um produto, neste caso os perfumes. O enfoque também não é fazer marketing e sim expor um ponto de vista. O material de trabalho não será limitado : comerciais de tv, anúncios de campanhas, matérias em revistas, jornais ou qualquer mídia serão utilizados. Meu estilo de escrever continuará o mesmo, ou seja, pensar fora da curva, nada frio e racional , sempre trazendo elementos da música, das artes visuais, do cinema e, acima de tudo, minha opinião pessoal baseada em emoções de quem é uma pesquisadora e apaixonada por perfumes.

Escolhi o comercial de Chanel nº 5 dirigido by Baz Luhrmann, diretor do filme Moulin Rouge e protagonizado pela atriz australiana Nicole Kidman e o ator brasileiro Rodrigo Santoro. Seja bem vindo a cada publicidade de perfumes, sempre juntos você e eu.

Assista o comercial antes de seguir a leitura





Para aqueles que assistiram Moulin Rouge, o amor da famosa cortesã Satine e do poeta Christian , respectivamente nos papéis de Nicole Kidman e Ewan McGregor notam que qualquer semelhança com o comercial é pura realidade, ainda mais quando dirigido pelo mesmo diretor. O comercial também é uma mistura de Moulin Rouge com o filme Um lugar chamado Nothing Hill, com Julia Roberts e Hugh Grant , no qual a atriz famosa apaixona-se por um homem comum.

Sem dúvidas, este comercial é uma história de amor, um conto de fadas de Chanel que custou milhões de dólares para renovar a imagem do nª 5. O perfume que é uma das mais clássicas histórias de amor da perfumaria mundial , tão clássica que precisava de um branding inovador com a elegância de Nicole Kidman ( conhecida celebridade pela sua elegância, a clássica) e o emergente Rodrigo Santoro (a potencial celebridade, ainda desconhecido fazendo o papel de poeta, o moderno), na época o ator brasileiro ainda estava em começo de sucesso nos Estados Unidos. Não há dúvidas que foi uma boa escolha para renovar o romance do perfume com tantos leais consumidores e persuadir os potenciais também, além disso um lindo par protagonista como inspiração.


Embora a idéia não tenha sido tão inovadora quando pensamos na mulher famosa, solitária no meio da multidão e que mesmo sendo uma celebridade, sente a necessidade de algo que preencha o seu vazio, o anonimato de amar livremente o mais anônimo dos homens, confesso que Chanel foi perfeita em dois aspectos importantes do comercial: a música Clair de Lune e a figura de um escritor em referência à literatura.

Clair de Lune , do pianista francês Claude Debussy é uma das mais líricas e belas obras primas da música clássica em piano, atemporal como Chanel nº 5. O compositor francês foi um dos artistas que marcaram a transição entre o Romantismo e o Modernismo na música clássica. Logo, emergindo esta idéia para o tempo presente, Chanel publica o clássico perfume que marcou uma época, ainda caracterizado com modernidade, expressando um mix de emoções, imaginação e inovação que são legados destes movimentos. Um perfume que não é antigo demais, fora de tendência ou moda como muitos consumidores pensam, mas pode ser usado como um Chanel nº 5 contemporâneo.

Clair de Lune (Luz da lua, em português) também é um poema da Literatura Francesa Simbolista, escrito por Paul Verlaine. Este movimento artístico e intelectual também foi o qual fez parte Claude Debussy. Clair de Lune de Verlaine evoca estas palavras mágicas da literatura, assim como o escritor do comercial. É no mais alto da cidade sob a luz da lua que os amantes se encontram.



" They do not seem to believe in their happiness
and their song mingles with moonlight "(Clair de Lune, Paul Verlaine)



Na atemporalidade de tantas artes como a perfumaria , música e literatura clássicas assim como a de Chanel nº 5, Clair de Lune de Debussy e Clair de Lune de Verlaine é que encontramos o retorno aos clássicos. Encontramos o perfume.


Agora, ouça a beleza de Clair de Lune de Debussy, feche seus olhos, lembre-se do beijo, do sorriso e do perfume dela(e)



Clair de Lune - Claude Debussy



Para ler e ouvir a poesia Clair de Lune (em Francês e Inglês) , clique aqui em Classic Poetry Aloud


(e).



(English Version - Perfume Advertisement : Chanel nº 5 by Baz Luhrmann (2004))




I am here again to tell you the release of one more articles series about perfumes at Perfume da Rosa Negra blog, I will make avalaible you reviews about Perfume Advertisings. These writings won't be related to fragrance reviews because the approach is different. As you have realized, my fragrances reviews are about the fragrance development and composition and its dialogues among various meanings or representations, personal or collective such culture, ideas, concepts, emotions and senses.


In these posts, the focus is the perfume advertising which is a form of communication that influences consumers to buy and consume a product or service. Here the issue is perfume, however also the approach is not to acting as marketing, but exposure a point of view. The work materials will be not be limited: TV commercials, campaigns Ads, advertising in magazines, newspapers or any media. My writing style will be kept, I mean, think staying ahead of the curve, nothing cold or rational, keep bringing music, visual arts, cinema and above all my personal opinion based on emotions from a perfumery researcher and lover for aromas and fragrances.


I selected Chanel No. 5 commercial The film, written, produced and directed by Baz Luhrmann, also director of Moulin Rouge movie. Chanel No. 5 commercial is perfomed by the Australian actress Nicole Kidman and the Brazilian actor Rodrigo Santoro.
Welcome to each perfume advertising, always together you and me!

(Watch the commercial before continuing your reading)


For those, who watched the movie Moulin Rouge, the love between Satine, the famous courtesan and the poet Christian, respectively, played by Nicole Kidman e Ewan McGregor may comprehend completely that any sameness is the pure reality, also more when both were produced by the same director . The commercial reminds me a mix between Moulin Rouge and Nothing Hil, this last with Julia Roberts and Hugh Grant in reference to a famous actress fells for an ordinary man.


There is no doubts , this TV commercial is a love story, a fairy tale of Chanel which cost millions of dollars to renew Chanel nº 5 image . The perfume is one of the most classic love stories of the world perfumery, so classic that required an innovative branding with Nicole Kidman´s refinement ( the elegant and successful celebrity, the classical) and the emergent Rodrigo Santoro ( the potential celebrity , still unknow as the role of commercial poet, the modern). In this age, the actor was still starting his success in United States. Again there is no doubt there was a good choice to renew the perfume romance between its loyal consumers and pontential ones, moreover a beautiful love pair as inspiration.


Even though the idea was not innovative when we think about a famous woman , lonely in the middle of the crowd and even being a celebrity, she feels the need for something that fulls her emptiness, that moves her to the anonymity and make her to love freely, love an ordinary man. I confess that Chanel was perfect emerging two important aspects in the commercial: the music Clair de Lune and the figure of the poet in reference to the literature.


Clair de Lune of the French pianist Claude Debussy is one of the most beautiful and lyrical masterpieces of classical music, so timeless such as Chanel nº 5. The French composer was one the artists who opened the transition between Romanticism and Modernism in classical music, then emerging this idea now, Chanel advertises a classical perfume, which was milestone in perfumery, still characterized by modernity, expressing a mix of emotions , imagination and innovation which are a legacy of these art movements. A perfume which is not old fashionable as many consumers think, but can be wear as a contemporary Chanel nº 5.


Clair de Lune (moonlight in English) is also a poem of the French Literature (Symbolism period), written by Paul Verlaine. This artistic and intellectual movement was also part of Claude Debussy works. Clair de Lune of Verlaine evokes magical verses of the Literature as well as the poet of the commercial. On the highest of the city both lovers meet each other under the moonlight.


" They do not seem to believe in their happiness
and their song mingles with moonlight "(Clair de Lune, Paul Verlaine)


In the timeless of so many arts such classical perfumery, music and literature we find Classicals such as Chanel nº 5, Clair de Lune of Debussy and Clair de Lune of Verlaine, we find the return to the classicals. We find the perfume.


Now, listen the beauty of piano piece Clair de Lune of Debussy, close your eyes and remember her (his), kiss, smile and perfume.





Clair de Lune - Claude Debussy


For listening and reading the poetry Clair de Lune in French and English, click on here Classic Poetry Aloud
Video copyright Chanel . Source :You tube.

2 comentários:

Luz disse...

Torna-lo bilingue me pareceu uma ideia sensacional, pois o blog tem uma qualidade que nao pode ficar desconhecida internacionalmente !!! A beleza na escolha dos temas, na narracao, na estetica da pagina, na criatividade e sensibilidade em todos os sentidos, mais que um blog olftativo, desperta todos os entidos, ainda mais embaladas pelas suas descricoes tao sensoriais, muitas vezes epicureas... Hedonismo e cultura faltam em muitos blogs que sao tao tecincos, mesmo como o irrepreensivel blog da Robin, por exemplo... Ler a Rosa Negra eh um deleite sempre, nao so informacao. Eu mesam morando atualmente no meio oriente me transportei a um universo maravilhoso lendo sobre os attars... foi ludico ! Achei que o ritmo narrativo nao se perdeu de forma alguma na edicao bilingue, parabens em dobro por isso ! Sucesso !!! Beijokas !

bettycmc disse...

Um dos meus comerciais preferidos pelo primor das escolhas,temática, imagens, atores e música.
Encantador nas suas referências alcança totalmente o objetivo. Desperta a cada vez que vejo um desejo pelo Nº 5.Elisabeth