quarta-feira, 15 de agosto de 2007

Série Retratos perfumados com Vera Valverde


A convidada da semana é a Vera Valverde, carinhosamente, Verinha, a Allure Woman, na minha opinião. Agradeço a sua participação , querida amiga. Fico feliz que celebramos a nossa intimidade com as fragrâncias aqui no blog, principalmente as que temos bastante em comum como Allure de Chanel e Versace Woman. Aliás, você foi a grande responsável de ter despertado meu interesse por este Versace, perfume refinado e sensual na medida certa. Seja bem-vinda a série retratos perfumados.


Primeiramente, onde você mora e o que faz, ou melhor, quem é a Vera?


Moro no Rio de Janeiro, sou professora de Ensino Médio (Língua Portuguesa),casada, mãe de dois filhos adultos.Adoro ler e viajar, o que faço constantemente. Simples assim...


Conte-nos como começou sua paixão por perfumes, onde tudo iniciou...

Como ocorre com quase todos os adoradores de perfumes, tudo começou na minha infância, com minha mãe,que fazia questão de importar os perfumes da Caron ( Muguets de Bonheur) para seu uso pessoal ( e o das filhas, naturalmente...), lá da cidadezinha de Cataguases (MG), onde morávamos. Naquela época, isso era uma verdadeira aventura e um grande empreendimento , dada à ausência de produtos importados no Brasil!!


Se você fosse contratada para criar um perfume para uma conceituada maison ou tivesse que criar o seu próprio perfume, qual seria o mix idealizado?

A madeira e a baunilha teriam que estar necessariamente nesta composição.



Como diz o pintor Chagall, toda arte é um estado de espírito. Entendo que todo perfume é resultado de uma arte própria, um perfumista inspirado. Baseado nisso, qual a maior obra prima da perfumaria? Por quê?

Até conhecer recentemente a linha Lutens, eu considerava os perfumes Chanel, com destaque para o Allure, uma linha digna de ser considerada ARTE.Continuo com essa impressão. No entanto, os perfumes de Serge Luttens chegaram para instalar um novo conceito, o do pluridimensionamento da percepção olfativa, e entre os que conheço se destacam Daim Blond e Datura Noir.Não tive ainda o tempo e o privilégio de sentir toda a coleção Lutens, mas é a grande sensação do momento e ainda vai dar muito o que falar.


Nem sempre os perfumes nos tocam com paixão, muitas vezes até nos causam um sentimento de aversão. Se você concorda com isso, qual foi a maior decepção perfumística entre as fragrâncias que foram lançadas até hoje? Por que?

Minha decepção é com os perfumes da Dior, consagrados mundialmente,mas que não fixam bem em minha pele e , além de tudo, têm uma saída muito invasiva, forçada, agressiva, que, definitivamente, combina pouco com a minha personalidade.


Qual o perfume que está mais em sintonia com o teu momento atual?

No momento atual, estou em lua-de-mel com o Daim Blond, de Serge Lutens.


O mercado da perfumaria mundial sempre acompanha grandes tendências olfativas para criar um perfume em sintonia com o tempo e, ao mesmo tempo, inovador. No entanto é possível ver que ainda existe um conflito entre o perfume ser um artigo temporário da moda e também uma obra de arte, clássica e atemporal. Na sua opinião, qual o perfume que foi concebido de forma bem sucedida e que pode ser considerado moderno e clássico?

O Armani Mania, imbatível em qualquer tempo e em qualquer espaço.


Diga-nos um perfume que combina com o seu filme , livro e/ou música preferida. Comente a respeito.


Meu livro preferido GRANDE SERTÃO:VEREDAS , de Guimarães Rosa, história triste de um amor mal-entendido ,mas gloriosamente vivido de forma platônica e obsessiva,me leva a associá-lo ao Versace Woman, perfume que cairia bem em Diadorim, caso não teimasse tanto em usar a máscara masculina que a levou à morte.


Na sua opinião, quais são os 5 perfumes que temos que conhecer pelo menos uma vez na vida?

Allure, da Chanel

Beautiful, da Estée Lauder

Versace Woman

Daim Blond, Serge Lutens

Armani Mania


Qual é o pior pecado de um perfume e/ou um perfumista?

Perfumes não têm pecados. Perfumistas, também não...talvez um certo perfeccionismo, que pode levá-los à loucura ou a se queimarem na chama roubada aos deuses por Sísifo, em busca da imortalidade e da fama.


Qual será o seu próximo perfume, aquele que tem que entrar na sua coleção a qualquer preço.

Tenho ouvido falar muito dos árabes.Talvez um deles ,para ver se são tão maravilhosos como dizem por aí...


Finalizando este nosso grande encontro, descreva seu amor por perfumes com uma palavra, frase ou texto.


Perfume, teu mistério está na sedução!


Verinha, obrigada pela sua participação... Um beijo perfumado, Cris, a Rosa Negra


2 comentários:

isabel disse...

Vv e Cris, as duas estrelas brilham como sempre,e na série Retratos perrfumados nao seria diferente.Sou fa da Cris, amo os comentarios dela, e agora a Verinha contribuiu maravilhosamente seus cohecimentos perfumísticos.Viajo nesse blog que melhora dia apos dia.Parabens as duas, por nos proporcionarem sentimos tao bons relacionados aos cheiros.
Demais!! Obrigada Rosa Negra e obrigada Verinha.

Vera disse...

Todo o mérito da minha entrevista se encaminhe à criadora deste blog, que, ao elaborar perguntas tão cuidadosas e brilhantemente formuladas, já nos dá o tom das respostas. Cris é uma gracinha, adoro tudo que ela diz e faz...Sinto-me honrada em estar nesta galeria! Agradeço de coração a oportunidade e só tenho a dizer: vida longa ao PERFUME DA ROSA NEGRA!