terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Perfumes Fast - Perfume Review: Parisienne, Yves Saint Laurent

Perfumes Fast:Your exact dose of perfume for a healthier Fragrance Addiction  by Perfume da Rosa Negra





Perfume:  Parisienne, Yves Saint Laurent
Versão:  Eau de Parfum
Gênero: Feminino


Background: YSL lança uma nova versão perfumada e parisiense que exalta também as Rosas iniciadas com o clássico floral atalcado  YSL Paris , um dos perfumes criados pela renomada perfumista Sophia Grojsman na década de 80, uma néz que confessa ser uma amante das rosas.  Associada à perfumista Sophie Labbé, elas criaram o novo Parisienne. A  fragrância revisita a cidade de Paris e a mulher que ama e vive Paris, ela é mulher parisiense mesmo que ela tenha nascido em outro país. Paris é a cidade da sedução,  do carpe diem da mulher autoconfiante. Parisienne tem uma interpretação mais sedutora e mais moderna no mix floral mais leve exatamente para alcançar mulheres mais jovens na faixa de até 30-32 anos.





Desenvolvimento:   Algumas propagandas de perfumes são mais perfumadas que o próprio perfume e deveriam substituí-lo. Esse é o caso de Parisienne. Para estrelar a fragrância de uma mulher contemporânea e sexy em plena Paris, a top model Kate Moss aparece muito sexy sentindo um grande prazer ao sentir as rosas, ao sentir Parisienne. Dá vontade de sentir a mesma sensação que ela está sentindo, quase um gozo (erótico) aromático, no entanto a prática é bem diferente da realidade. Parisienne é um floral amadeirado mais leve que mistura o acorde rosa-violeta levemente atalcado com o toque das frutas vermelhas como a cereja e a amora. Seu desenvolvimento é mais floral que frutal, o aspecto frutado das berries não mantem a  força odorífera mais "jovial e adocicada" do perfume e o efeito mais floral das rosas com peônias reina mas não é marcante. A base é mais almiscarada, com um toque do patchuli que reforça um pouco mais o powdery da base.




 
O melhor da fragrância:
O início da fragrância com um acorde vinil e a nobreza das rosas e violetas delicadamente frutadas. Esse início cria uma expectativa positiva, além da combinação agradável das violetas com berries, um traço encontrado também em alguns lançamentos mais joviais de marcas elegantes como Van Cleef & Arpels e seu novo perfume Ferrie.


O pior da fragrância:  O conceito x o resultado do perfume. É como se tivessem  tentado modernizar a fragrância com um toque floral mais leve, menos atalcado em relação a  YSL Paris, no final, o resultado foi um floral quase inexpressivo no quesito sensualidade e nem as rosas são tão exaltadas em sua mais perfumada beleza, muito menos a base ficou  mais terrena, marcante. Infelizmente, não está à altura de Paris e nem do legado YSL.


Poder de fixação:  7 horas.
 
Sillage: baixo

Drydown:  floral almiscarado

Notas:
acorde de vinil, amoro, framboesa, rosa de Damasco, violeta, peônia, patchuli, vetiver, sândalo e musk.

Recomendado para:  Mulheres que apreciam florais leves com rosas e levemente amadeirados e empoeirados na base.


 Avaliação  




English Version



Perfume:  Parisienne, Yves Saint Laurent
Version:  Eau de Parfum
Gender: Feminino


Background: YSL releases new parisienne fragrance version that exults also roses started with the powdery classic  YSL Paris, one of the perfumes created by the renowned Sophia Grojsman in 80's, a néz who confesses deep to be a lover of roses. Associated to perfumer Sophie Labbé, they composed the new Parisienne. The fragrance revisits the city of Paris and the woman who loves and lives Paris, she is a parisien woman even she was born in other country. Paris is the city of seduction, of the carpe diem of a self-confident woman. Parisienne has a more seductive  and modern interpretation in the floral blending exactly to target  young women ranged at 31-32 years old.

Development:  Some perfume ads are more fragrant than the own perfume they advertise and should replace the scent. This is what happens with Parisienne. To stare the fragrance of a contemporaneous and sexy woman in Paris, the top model  Kate Moss appears very sexy in the advertisement feeling the amazing pleasure when feeling roses, when smelling Parisienne. The first consumer reaction is the will of feeling what she is feeling, almost an aromatic (and erotic) pleasure, however in practical ways, things are different. Parisienne is a lighter woody floral that mixes the accord rose-violet slightly powdery with the touch of berries fruits such as cranberry and blackberry. Its development is more floral than fruity, the fruity aspect of berries has not kept their odour strength, younger and sweeter, and the floral effect from roses with peonies reigns but is not remarkable. The base is muskier with a subtle touch of patchouli that reinforces a little more the powdery feature in the base.


The best of the fragrance : Its start with a vinyl accord accompaigned by the nobleness of roses and violets, delicately fruity. This start creates a positive expectation, moreover the combination of violets with berries is pleasant and a trace also found in some youthful releases in elegant brands such as Van Cleef & Arpels and its new perfume Ferrie.



The worst of fragrance:  The concept  x the result of perfume. As if they had tried to modernise the fragrance with a lighter floral approach,  less dusky in comparison to  YSL Paris, at the end, the result is a floral almost inexpressive in the sensuality matter , neither roses are exulted in their most fragrant beauty, and the poor earthy base is not remarkable enough. Unfortunately, no alignment to Paris neither YSL heritage.


Longlasting power:  7 hours
 
Sillage: low

Drydown:  Musky floral

Notes:
vinyl accord, cranberry, blackberry, damask rose, violet, peony, patchouli, vetiver, sandalwood and musk

Recommended for:  Women who like light florals with roses, slightly woody and powdery in the base.


Evaluation



Perfume Review by Copyright Cristiane Gonçalves for Perfume da Rosa Negra.
Photo credits: Yves Saint Laurent

Nenhum comentário: