sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Perfume Review: Essence for Women, Narciso Rodriguez





Uma das magias de se usar um perfume e se entregar a ele como se ele fosse uma máquina do tempo nas memórias ou um catalisador psíquico a nos levar às novas imagens do desejo é que ele é genuinamente eficaz, basta imaginar e sentir qual a intenção do perfume e qual é a intenção que queremos que ele tenha conosco e, desta forma, convergir as intenções. Ainda que uma fragrância não seja excepcional,  ela não deve ser subestimada, pois, seja  nos impactando de forma aversa ou apaixonadamente entusiasta, um perfume sempre nos fará sentir algo, criará um ambiente para sensações, despertará uma única ou várias emoções e, poderá aflorar um desejo repentino  de que sua fragrância é capaz de nos socorrer "olfativamente" tal que não nos limitemos a cheiros rotineiros ainda que perfumes nos traga projeções aromáticas de cheiros que estão no nosso dia a dia mas com uma abordagem de lúdica inspiração a partir da arte da perfumaria.



Narciso Rodriguez Essence Feminino é um destes perfumes que conquistam pela simplicidade, porém tem o seu lugar comum que, ironicamente, não o empobrece como fragrância. Depende do ponto de vista ao cheirá-lo e qual o nível de nossa entrega, por isso ele combina bem com a introdução acima. Ele exige uma entrega maior para ver suas qualidades, exige um certo despertar às novas imagens do desejo a partir da característica do perfume. Alberto Morillas, um dos maiores perfumistas do mundo foi o selecionado para criar  Essence em celebração ao 10º aniversário da casa de moda de Narciso Rodriguez em Nova York alinhando a fragrância a um conceito de mulher contemporânea e luminosa. O estilista, que tem gosto apurado e elegante e trabalha sob a premissa de que um perfume feminino tem que cair tão bem na mulher quanto um tecido em seu corpo continua apostando no poder do musk, sua nota preferida e também assinatura olfativa de suas fragrâncias. Do contrário do famoso For Her, o musk em Essence está na sua essência, ou seja, o musk branco, clássico, límpido, branco misturado ao floral powdery do coração de Essence, como um talco  de boudoir que tocará a pele da mulher em um novo estado de pureza após um banho. O perfumista buscou o clássico dos aldeídos, em uma versão mais delicada, com rosas e iris atalcadas mergulhadas em musk branco e comfortável âmbar como se a mulher repousasse seu corpo em uma banheira cheia de flores enquanto o sabonete deslizasse pelas ondas do seu corpo deixando um toque soapy , bem marcado pelo  cheiro de sabonete que, simbioticamente, urge ser parte do perfume da pele, o do pós banho.




Ao usar Essence, senti minha pele molhada com este toque boudoir de banho tomado em um ambiente extremamente branco em um toilette branco, com banheira jacuzzi branca, toalhas bem felpudas e brancas, luz transparente com um forte toque branco a iluminar meus olhos e, com a porta entreaberta, lá estava minha penteadeira, de uma madeira moderna e sofisticada, projetada e vernizada para ser minimalista ofuscamente pintada em branco  e os lençois muito límpidos, de luminosa brancura que chegam a ser alvíssimos; previamente, eles já me faziam antecipar o prazer de envolver meu corpo entre eles, fluídos a abraçar minha pele escura e macia a contrastar com o cândido e macio tecido de algodão. Após uma entrada fresca de aldeídos bem atalcados, eis um calor na minha pele empoeirada pelos traços de sabonete desejosos de  repousar em meu corpo após um banho involvente; naquele momento, saí do banho e, Essence começou a esquentá-lo com um toque bem nítido de musk branco com um bouquet floral de iris, linear porém capaz de celebrar a paixão de Narciso Rodriguez pelo musk e a tenacidade dos renomados Musks da Firmenich. Mais tarde, um discreto sobretom de âmbar cobria  o perfume como o roupão a cobrir meu corpo, a enxugar aquelas gotículas transparentes perfumadas de sabonete, e voluntariamente não resisti àquela nova sensação, joguei meu corpo sobre a cama, deixei os lençois novos,  quase virginais a abraçar-me enquanto o reflexo de meu sorriso se iluminava no grande espelho de minha própria alcova, porque, ali, deitada, o toque sensual de madeiras brancas se encontraria ainda mais com o meu corpo, a cuna do meu prazer, carne da minha essência, antes de ser coberto por um tecido Narciso, belo, delicadamente fluído.


Versão avaliada:Eau de Parfum
Poder de fixação: 8 horas
Sillage: médio
Drydown: floral atalcado almiscarado
Perfumista:Alberto Morillas
Notas: iris atalcada, rosas, bálsamo benjoim e musk branco
Comentário: O musk branco ficou em evidência em 2009 em algumas criações que protagonizam esta nota, como por exemplo, a coleção White Musk de Tom Ford.



 Avaliação

 

English Version


One of the magic in wearing a perfume and devote ourselves to it as if the scent would be a time machine or a psychic  catalyst to lead us to new images of desire is that a fragrance is genuinely effective, only imagine and feel the intention of the perfume and what is the intention we would like it to have with us , so that both intentions be joined. Although some fragrance is not outstanding, it shouldn't be understimated because, no matter if  its scent  impacts on us in an aversive or entusiast way, a perfume always will make us to feel something, create an atmosphere for new sensations, awake only one  emotion or multiple of them and, may emerge the sudden desire  that a fragrance can "olfactively" save us in such a way that we are not limited more only to daily scents although fragrances bring us aromatic  projections of scents that are part of our day by day but with a new inspiring and ludic approach  from the Art of Perfumery.


 Narciso Rodriguez Essence for Women is one of those perfumes that captivates  from its simplicity, but has its commomplace  nature that, ironically, does not make the perfume poor.  It is subject to each wearer's point of view when the scent is smelt and what is his/her level of devotion in sampling it, because of that this fragrance fits well to the introduction above.  Essence demands some good inclination in the fragrant journey to get the most of its qualities. Alberto Morillas, one of the most renowned perfumers in the world was selected to compose  Essence in celebration of the 10th Anniversary of Narciso Rodriguez's fashion house in New York  aligning the fragrance to the concept of a contemporaneous and luminous woman.  The fashion designer, who has a good and elegant taste and works under the  premise that a female perfume has to dress the skin of a woman as well as a clothing continues loving the power of musk, his favorite note and also olfactive signature in his fragrances. On the contrary of the famous  For Her, the musk in Essence is in its essence, that is, the white musk, classic, pure, clear blended to the floral powdery mid accord of Essence, as a boudoir talcum powder that will touch the woman's skin in a new state of pureness after the bath. The perfumer searched  inspiration in the classic aldehydes, in a gentler interpretation, enveloped by powdery roses and iris mixed to white musk and comfortable amber as if a woman would lie down her body in a jacuzzi filled by some flowers while the toilet soap would pass slightly over her skin letting a soapy  touch that, symbiotically, becomes part of the perfume skin, after shower.


While wearing Essence, I felt my wet skin with this boudoir touch while my bath was taken in an environment absolutely white, in a white toilet, with a white jacuzzi, soft and white towels around, transparent light iluminating my eyes with its white color and, the half-open door  allowed me to see my minimalist dressing-table painted in white and made by a modern and sophisticated wood and, closer there  I was delighted by the image of limpid, very clear sheets which previously could antecipate my desire of pleasures imagining they would embrace my body contrasting my dark and soft skin to this bright and comfort  white cotton. After a fresh start of  light powdery aldehydes, my skin is cooling by a warmth powdered by soap traces on my skin which desire to remain on my body after the bath, in that moment,  when I finished my shower moment Essence becomes warmer with the white musk blended to this iris bouquet, yet linear but good to celebrate the passion of Narciso Rodriguez for Musk and the tenacity of the renowned Firmenich's Musks. Later, a subtle undertone of amber covered the perfume like the bathing coat covered my nude body while drying those  transparent soapy water drops on it and, then, volunteeerly, I could not resist to this new sensation,I threw my body on bed, let the sheets almost immaculated to embrace me while the reflection of my smile was illuminated by a big mirror in my bedroom, because there,in bed the sensual touch of white woods would find more and more my body, cradle of my pleasure,lust of my essence, before being dressed by a Narciso's fabric, beautiful, softly graceful.


Evaluated version:Eau de Parfum
Longlasting power: 8 hours
Sillage: medium
Drydown: powdery musky floral
Perfumer: Alberto Morillas
Notes: powdery iris, roses, benzoim balm and white musk
Comment: The white musk was evident in 2009 in some creations that include this note also in a main role, for example, Tom Ford's White Musk Collection .




Evaluation




 Perfume Review by Copyright Cristiane Gonçalves for Perfume da Rosa Negra.
Photo credits: Narciso Rodriguez.

Nenhum comentário: